Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
10 de janeiro de 2020, 08h01

PMs acusados de estupro de jovem de 19 anos em viatura deixam presídio em São Paulo

Segundo relatos da vítima, os PMs teriam oferecido uma carona até uma estação de ônibus de Praia Grande, no litoral paulista. Um dos agentes sentou no banco de trás da viatura, onde teria cometido o estupro

PM de São Paulo (Foto: Reprodução)

Os policiais militares Danilo de Freitas Silva e Anderson Silva da Conceição deixaram nesta quinta-feira (9), o presídio Romão Gomes, em São Paulo, onde estavam presos preventivamente desde junho de 2019, quando um laudo pericial apontou indícios de violência sexual contra uma jovem de 19 anos, que teria sido estuprada dentro da viatura.

A soltura dos dois PMs foi autorizada pela Justiça Militar, que permitiu ainda a reintegração deles à corporação. Os dois devem retomar os trabalhos em funções administrativas, fora das ruas, até o final do processo instaurado pela Corregedoria.

A Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Praia Grande segue investigando o caso por meio de inquérito policial, que está em segredo de Justiça.

Carona
Segundo relatos da vítima, Natália, de 19 anos, os PMs teriam oferecido uma carona até uma estação de ônibus de Praia Grande, no litoral paulista. Um dos agentes sentou no banco de trás da viatura junto com a vítima, onde teria cometido o estupro. Os policiais confirmaram a carona, mas negaram a violência.

No entanto, imagens de uma câmera de segurança mostraram que um dos soldados de fato embarcou no banco de trás do carro, contrariando a versão dada por eles de que teriam permanecido na parte da frente. Ainda, um laudo do IML também constatou vestígios da agressão.
“Eu vivia a vida de uma jovem normal. Saía com minhas amigas, ia para a academia. Fiquei doente, com anemia”, contou Natália para Universa na época da denúncia. “Amigos se afastaram por não acreditar em mim”, continuou.

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum