PMs planejaram chacina em Heliópolis durante confraternização em quartel

Plano foi delatado a traficantes, que mataram os oficiais na favela. Caso tramita no Tribunal de Justiça Militar de SP

Documentos obtidos por Rogério Pagnan, da Folha de S.Paulo, resultantes de uma investigação da Polícia Militar, revelam que policiais militares planejaram uma chacina na favela do Heliópolis, em São Paulo, durante confraternização em quartel.

Os policiais militares Hailton Borges dos Santos Evangelista, 33, e Antônio Paulo da Rocha, 35, foram os que participaram da ação. O plano, no entanto, foi delatado a traficantes por outro PM que participava da festa.

Os dois morreram em 31 de outubro de 2012, em meio a um tiroteio com o PCC. Os PMs foram alvejados na cabeça e ficaram desfigurados. Um deles levou 9 tiros e, o outro, 12.

O processo sobre o caso tramita no Tribunal de Justiça Militar de SP. A demora na conclusão do caso tem preocupado, já que as penas podem prescrever.

Avatar de Redação

Redação

Direto da Redação da Revista Fórum.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR