Fórum Educação
11 de novembro de 2019, 22h20

Polícia de MG identifica torcedores racistas de Atlético-MG x Cruzeiro

" Os autores já foram qualificados e responderão pelo crime de injúria racial, que prevê a pena de 1 a 3 anos de reclusão e multa", afirmou a Polícia

Reprodução/Twitter

A Polícia Civil de Minas Gerais anunciou na noite desta segunda-feira (11) que identificou os torcedores que proferiram injúrias raciais contra o segurança Fábio Coutinho no Mineirão, no domingo, após o clássico contra o Cruzeiro.

“A Polícia Civil de Minas Gerais informa que já tomou conhecimento dos fatos ocorridos no Estádio Mineirão, ontem. Os autores já foram qualificados e responderão pelo crime de injúria racial, que prevê a pena de 1 a 3 anos de reclusão e multa”, publicou a corporação no Twitter.

Em meio a uma discussão entre atleticanos e funcionários do estádio, um homem disparou a seguinte frase para Coutinho: “Sua mãe tá na rua, filho da puta. Olha sua cor”.  “A minha cor? Tu é racista, é?”, respondeu o funcionário. O agressor foi retirado de perto do segurança por outros atleticanos.

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum