Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
02 de abril de 2019, 09h17

Policial militar é preso ao vender “fuzil de elite” em shopping na Barra, bairro nobre do Rio

Fuzil usado por "snipers" estava sendo negociado por R$ 60 mil por sargento que está há 13 anos na corporação

Fuzil tem luneta utilizada por atiradores de elite - Foto: Polícia Civil

Reportagem de Fábio Grellet, na edição desta terça-feira (2) de O Estado de S. Paulo, informa que um policial militar do Rio de Janeiro foi preso nesta segunda-feira (01), enquanto negociava a venda de um fuzil para uso de atiradores de elite – os “snipers”- no estacionamento de um shopping center na Barra da Tijuca. Outros três homens foram detidos, mas a Polícia Civil ainda não sabe quem tentava comprar a arma.

O policial foi encaminhado à Unidade Prisional da PM em Niterói (Região Metropolitana do Rio). Trata-se do terceiro sargento Fábio Henrique Soares, de 39 anos, há 13 como membro da corporação.

Suspeito de integrar a quadrilha que vendia o fuzil, ele ocupava o banco traseiro de um veículo quando foi surpreendido por policiais, que encontraram a arma no porta-malas.

Além de Soares, foram presos Welker Iago Cruz Francisco, de 27 anos, que já foi condenado por tráfico de drogas, Bruno Francisco Castro da Costa, de 33 anos, e Thiago de Oliveira da Silva, de 35.

De acordo com a Polícia Civil, o fuzil era negociado por R$ 60 mil.

Nossa sucursal em Brasília já está em ação. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Saiba mais.

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum