Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
27 de dezembro de 2019, 12h45

“Política neoliberal dá nisso”, diz Gleisi sobre novo recorde da informalidade em governo Bolsonaro

O número de trabalhadores sem carteira assinada cresceu 1,2% em novembro e agora soma 24,6 milhões de pessoas

(Arquivo)

Ao compartilhar a notícia de que o desemprego caiu no último mês, a presidenta nacional do PT, Gleisi Hoffmann, lembrou em suas redes sociais nesta sexta-feira (27) que o número permanece alto e resistente, beirando 12 milhões de brasileiros, e que a informalidade bateu novo recorde no governo de Jair Bolsonaro.

“Mercado de trabalho informal já absorve 41,1% dos trabalhadores, o q significa menos proteção social, direitos, renda. Isso não é bom p/ o país! Sem contar q o desemprego mantém-se resistente, na casa de 12 milhões de pessoas. Política neoliberal dá nisso!”, escreveu a deputada.
Segundo levantamento da Pnad, (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios), divulgada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), a taxa de desemprego fechou em 11,2% no último trimestre – encerrado em novembro – caindo em comparação com o trimestre anterior, quando a taxa registrada foi de 11,8%.
No entanto, mais uma vez, o recuo no desemprego foi acompanhado pelo aumento da informalidade, ou seja, vagas sem carteira de trabalho assinada. O número de trabalhadores que atuam por conta própria, como motoristas de aplicativo ou ambulantes, cresceu 1,2% e agora soma 24,6 milhões de pessoas.
Confira:


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum