segunda-feira, 21 set 2020
Publicidade

“Política neoliberal dá nisso”, diz Gleisi sobre novo recorde da informalidade em governo Bolsonaro

Ao compartilhar a notícia de que o desemprego caiu no último mês, a presidenta nacional do PT, Gleisi Hoffmann, lembrou em suas redes sociais nesta sexta-feira (27) que o número permanece alto e resistente, beirando 12 milhões de brasileiros, e que a informalidade bateu novo recorde no governo de Jair Bolsonaro.

“Mercado de trabalho informal já absorve 41,1% dos trabalhadores, o q significa menos proteção social, direitos, renda. Isso não é bom p/ o país! Sem contar q o desemprego mantém-se resistente, na casa de 12 milhões de pessoas. Política neoliberal dá nisso!”, escreveu a deputada.
Segundo levantamento da Pnad, (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios), divulgada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), a taxa de desemprego fechou em 11,2% no último trimestre – encerrado em novembro – caindo em comparação com o trimestre anterior, quando a taxa registrada foi de 11,8%.
No entanto, mais uma vez, o recuo no desemprego foi acompanhado pelo aumento da informalidade, ou seja, vagas sem carteira de trabalho assinada. O número de trabalhadores que atuam por conta própria, como motoristas de aplicativo ou ambulantes, cresceu 1,2% e agora soma 24,6 milhões de pessoas.
Confira:

Luisa Fragão
Luisa Fragão
Jornalista.