Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
31 de janeiro de 2020, 14h34

Presidente da Funai quer indicar evangelizador para chefia de índios isolados

Ricardo Lopes Dias é missionário há mais de dez anos na Missão Novas Tribos do Brasil, grupo que atua na evangelização de indígenas na Amazônia desde 1950

Kaypós e Panarás | Foto: Lucas Landau/Rede Xingu+

O presidente da Fundação Nacional do Índio (Funai), Marcelo Xavier da Silva, deve indicar o teólogo evangélico Ricardo Lopes Dias para a chefia de um dos setores mais sensíveis do órgão, a coordenação de índios isolados e de recente contato. Ricardo é missionário há mais de dez anos na Missão Novas Tribos do Brasil, que tem como principal objetivo a evangelização indígena.

Para garantir a indicação, Marcelo Xavier derrubou nesta quinta-feira (30) um dos empecilhos administrativos para a nomeação de alguém de fora da Funai na coordenação de índios isolados. Com isso, o presidente do órgão alterou o regimento interno da Funai que exigia um servidor público concursado para o cargo. A atual coordenadora é a indigenista Paula Pires, servidora da Funai há mais de dez anos.

Em entrevista ao Brasil de Fato, Dias confirmou o convite feito pelo presidente da Funai. “Eu fui convidado e entrevistado. Tem muita informação que está mal dada, o pessoal está levando para o lado religioso. Até porque, ainda não recebi a notificação oficial da Funai”, diz o pastor.

Em uma dissertação de 2015, Dias destaca que o papel da Missão Novas Tribos é “a plantação de uma igreja nativa autóctone em cada etnia e para isso dispõe de treinamento bíblico, linguístico e transcultural próprio, além de uma consultoria técnica para assessoria estratégica e de acompanhamento espiritual por meio de visitas regulares da liderança aos missionários nos campos”.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum