Fórumcast #20
05 de julho de 2018, 14h56

Professora da UnB que defende a descriminalização do aborto registra BO após ser ameaçada de morte

Debora Diniz afirma ter recebido ameaças por ligações e mensagens; ela registrou queixa na Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam), que apura o caso

Debora Diniz, professora de Direito da Universidade de Brasília (UnB), afirma ter recebido ameaças de morte, por meio de ligações e mensagens. A motivação é o fato de Debora Diniz defender a descriminalização do aborto. A docente registrou queixa na Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam), que apura o caso. “Monstro” e “assassina” são algumas das ofensas direcionadas a ela publicamente, em redes sociais.

De acordo com informações do Correio Braziliense, Debora afirmou que as ofensas e ameaças começaram há alguns meses, mas ela esperava que elas diminuíssem. “Esperei um tempo passar para ver se desaparecia, mas piorou e passaram a compartilhar isso em páginas e grupos com milhares de seguidores”, relata.

A pesquisadora há havia sido acusada de comandar “o assassinato sob demanda de bebês anencéfalos” e foi chamada de “monstro”.

Veja também:  Enquanto era deputado, Bolsonaro marcava ponto da filha de Queiroz, “personal trainer” no Rio

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum