Ouça o Fórumcast, o podcast da Fórum
17 de outubro de 2018, 20h56

Professora é ameaçada na rua: “Fica na sua, se não vai saber o que é um estupro coletivo”

Vanessa Gravino foi abordada por um homem em uma moto no dia 9 de outubro

Foto: Arquivo Pessoal

A professora Vanessa Gravino, presidente do Psol Cotia, diretora da Apeoesp e da Central Intersindical, afirma ter sido ameaçada por um homem na rua no dia 9 de outubro. Segundo Vanessa, ela estava andando quando foi abordada por um sujeito em uma moto que disse: “Não fica assustada que não é um assalto. É só pra você ficar na sua nesse segundo turno. Se não, você vai saber o que é um estupro coletivo”.

De acordo com a professora, não foi possível identificar o homem e nem saber de onde veio essa iniciativa. Porém, ela afirma que já tomou todos os cuidados extras para se proteger da ameaça. Mesmo assim, Vanessa acredita que é preciso falar sobre o que aconteceu.

“Eu acho que tem uma questão de ambiguidade no sentimento. A gente quer buscar uma proteção e esses cuidados que já busquei. Mas também acho que não está num momento de ficar calado. Se a gente cala, essas coisas não terão visibilidade. As pessoas acham que é fake news ou que é exagero nosso, mas é um ‘cala a boca’. É importante ter esses cuidados, mas, ao mesmo tempo, colocar essa questão”, afirma a professora.

Segundo ela, não é possível dizer que essa ameaça tenha vindo de um partido ou candidatura específica, mas que existe um ódio muito grande ganhando força no Brasil e que esse ódio tem direção: principalmente mulheres e a comunidade LGBTI.

“Não é contra um qualquer. É um qualquer que tem um perfil”, afirma. De acordo com a vítima, “não tem como saber de onde veio” a ameaça. “Pode ser um maluco que, nesse segundo turno, está usando esse discurso de ódio”, completa.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum