Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
19 de agosto de 2019, 20h17

Queimadas contribuem para “dia virar noite” em São Paulo

Combinação entre frente fria e fumaça do Pantanal trazida por fortes ventos escureceram o céu paulista; o número de focos de queimadas no Brasil é o mais alto em cinco anos

Reprodução/Twitter

O entardecer em São Paulo foi bastante particular nesta segunda-feira (19). Por volta das 15h, o céu escureceu e assustou moradores. Institutos meteorológicos apontam que o fenômeno é causado por uma combinação da chegada de nuvens bem carregadas advindas de uma forte frente fria litorânea e de ventos com partículas de queimadas que estariam vindo da região do Pantanal.

Segundo o meteorologista Marcelo Pinheiro, da Climatempo, em entrevista à Rádio CBN, os ventos estariam trazendo consigo forte fumaça de queimadas da região do Mato Grosso e do Mato Grosso do Sul, no Pantanal brasileiro. Segundo dados fornecidos pela NASA, o Mato Grosso do Sul é o estado brasileiro onde o número de queimadas mais cresceu, ao lado de Rondônia.

Segundo o Climatempo, os incêndios aumentaram mais de 100% no estado do Centro-Oeste no período de janeiro a agosto com relação ao ano passado. Em 2018, foram registrados 1047 focos de queimadas, enquanto em 2019 são 3251. O número de focos atingiu o índice mais alto no Brasil em cinco anos.

Já o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), órgão ligado ao Ministério da Agricultura, aponta que a origem da queimada é na parte paraguaia do Pantanal. “Há incêndios silvestres de grande magnitude acontecendo no Paraguai, na região do Pantanal. Desde o final de semana os ventos fortes estão favorecendo a vinda de elemento particulado pelo Mato Grosso do Sul, chegando a São Paulo. O material particulado ajuda na formação das nuvens, e quando se formam junto com ele, o céu fica ainda mais escuro”, disse Franco Nadal Villela à Folha de S. Paulo.

O céu escuro no meio da tarde em São Paulo assustou tanto a população que o termo “são 16h”, em referência ao fenômeno, entrou para a lista de assuntos mais comentados do Twitter.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum