Queiroz faz “coração” na festa de aniversário de deputado que quebrou placa de Marielle

O operador de Flávio Bolsonaro foi um dos mais animados na festa de aniversário de Rodrigo Amorim, que reuniu 1.300 pessoas, entre vereadores e deputados, na quadra do Salgueiro

Fabrício Queiroz, policial reformado, ex-assessor de Flávio Bolsonaro (PL-RJ) e pivô do escândalo das rachadinhas, que envolveu o filho do presidente quando era deputado estadual pelo Rio, resolveu se divertir.

Ele foi um dos convidados na festa de aniversário do deputado estadual, Rodrigo Amorim (PSL-RJ), que ficou famoso ao quebrar a placa que homenageou Marielle Franco.

Descontraído, Queiroz foi um dos mais fotografados durante a festa, realizada na quadra da Escola de Samba Salgueiro, neste domingo (5), no Rio.

Em uma das fotos, ele aparece ao lado de várias pessoas e faz o gesto de “coraçãozinho”, em homenagem ao amigo aniversariante.

Ao menos 1.300 pessoas, entre vereadores e deputados, participaram da feijoada de Amorim e de seu irmão, o vereador Rogério Amorim (PSL-RJ).

“Não faço política com traição ou abandono, o Queiroz foi importante na campanha de 2018, bem como na de 2016, quando fui vice na chapa de Flávio Bolsonaro. Jamais vou tratá-lo com ingratidão, haja o que houver. Se o Ministério Público considera que ele deve alguma explicação à Justiça, que seja feito na forma da lei. Mas não se deixa um soldado para trás”, afirmou Amorim.

Queiroz é apontado pelo MP como operador de Flávio Bolsonaro

Queiroz é apontado pelo Ministério Púbico (MP) como operador financeiro de Flávio Bolsonaro, quando o filho do presidente era deputado na Assembleia Legislativo do Estado do Rio de Janeiro (Alerj).

No dia 30 de novembro, o Supremo Tribunal Federal (STF) manteve o foro privilegiado de Flávio e anulou provas da investigação. Os ministros não acolheram a tese do MP de que o filho do presidente perdeu o foro privilegiado quando deixou o cargo em 2018.

Publicidade
Avatar de Lucas Vasques

Lucas Vasques

Jornalista e redator da Revista Fórum.