Quilombola é amarrado e espancado por bolsonarista; imagens fortes

Vídeo mostra o comerciante Alberan Freitas dando um pisão nas costas de Luciano Simplício já amarrado e deitado no chão

O quilombola Luciano Simplício foi alvo de ataque de um comerciante bolsonarista na cidade de Portalegre (RN), no sábado (11). Alberan Freitas, dono de um mercadinho, amarrou o rapaz, o espancou e o arrastou pela rua.

Notícias relacionadas

Segundo informações do portal Mossoró Hoje obtidas através do depoimento de moradores, Alberan teria espalhado pela cidade que o quilombola era “bandido e drogado”. Isso teria gerado revolta no rapaz, que reagiu jogando pedras no estabelecimento do bolsonarista.

Alberan, então, decidiu amarrar o homem e arrastá-lo pelo chão. Imagens mostram o bolsonarista pisando em Luciano, que implora por ajuda. Moradores pedem para que o comerciante cesse as agressões.

Os dois foram levados pela Polícia Militar à Delegacia de Pau dos Ferros, onde o delegado de plantão, Paulo Pereira, autou Luciano por depredação e Alberan somente por lesão corporal. As investigações seguem na Delegacia de Portalegre.

Segundo informações obtidas pela Fórum, Luciano é quilombola e está em situação de rua desde que perdeu os pais.

A Coordenação Nacional de Articulação de Quilombos (Conaq), a Ouvidoria do Governo do Rio Grande do Norte e a Coordenadoria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial do Rio Grande do Norte (Coeppir) acompanham o caso.

“A Conaq está acompanhando o caso, estamos com nossos advogados, orientando e dando todo o apoio. A Conaq enxerga isso como uma reprodução da escravatura. Aquele homem branco, que vem de uma família de coronel, se sentiu no direito de fazer aquilo com um homem negro. A gente vê como uma reprodução da escravatura, como uma racismo muito cruel”, afirmou Aércio de Lima, da coordenação nacional da Conaq, à Fórum.

A vereadora Brisa Bracchi (PT), de Natal, divulgou vídeo que mostra Luciano sendo agredido e condenou o episódio. “É um absurdo que o linchamento continue sendo prática cotidiana, ainda mais como política de violência contra corpos negros”, escreveu no Twitter.

Publicidade

Veja:

Luciano Simplício foi agredido e amarrado pelo bolsonarista Alberan Freitas

Publicidade
Avatar de Lucas Rocha

Lucas Rocha

Lucas Rocha é formado em jornalismo pela Escola de Comunicação da UFRJ e cursa mestrado em Políticas Públicas na FLACSO Brasil. Carioca, apaixonado por carnaval e pela América Latina, é repórter da sucursal do Rio de Janeiro da Revista Fórum e apresentador do programa Fórum Global

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR