sábado, 31 out 2020
Publicidade

Revoltado, homem chora e fica de joelhos para poder tomar banho de mar em Salvador: “ACM Neto comunista!”

Homem pede "pelo amor de Deus", bate nas próprias pernas e diz que o banho de mar é uma recomendação de seus médicos, mas guardas municipais não cederam, já que algumas praias seguem fechadas na capital baiana; assista

Uma cena inusitada começou a circular com força nas redes sociais nesta terça-feira (23). Um homem ainda não identificado aparece em um vídeo desesperado e pedindo “pelo amor de Deus” a guardas municipais de Salvador (BA) para poder tomar banho de mar no Porto da Barra.

O banho de mar em Salvador estava proibido por decreto, em todas as praias, até esta segunda-feira (21), quando o prefeito ACM Neto (DEM) liberou o uso de algumas praias. A praia do Porto da Barra, que tem uma faixa estreita de areia, no entanto, segue fechada para banho de mar. A medida faz parte do pacote de restrições contra o coronavírus.

No vídeo que circula nas redes, o homem, que segundo o site local Varela Notícias teria 60 anos, diz que o banho de mar é uma recomendação de seus médicos e, entre gritos e tapas de desespero na própria perna, ele chega a ajoelhar na frente dos guardas civis que monitoravam o local.

“Eu só vou dar um mergulho porque o meu médico me pediu, moço. Pelo amor de Deus, eu tenho que tomar o meu banho de mar. Eu saio agora […] Cadê o juiz? o Promotor dessa cidade? O Ministério Publico Federal?”, afirma o homem.

“Aqui não é uma ditadura não. Eu tomo remédio, moço. Olha ai, deputados, vereadores, Rui Costa. ACM Neto comunista, isso aqui não é ditadura. Eu tenho 60 anos, cadê a lei dos idosos?”, completa.

Pacientes, os guardas assistiram a toda a cena de desespero sem repreender o homem. Seu banho de mar, porém, não foi permitido.

Assista.

Ivan Longo
Ivan Longo
Jornalista e repórter especial da Revista Fórum.