Fórumcast #19
27 de julho de 2018, 21h17

Rindo com os amigos, youtuber conta em vídeo como estuprou a ex-namorada

Internautas estão revoltados com um vídeo de Everson Zoio, que tem quase 10 milhões de inscritos em seu canal do YouTube. Rindo com os amigos, ele conta detalhes de como abusou sexualmente de sua ex-namorada, sem consentimento, enquanto ela dormia

Reprodução/Youtube

Um youtuber conhecido como Everson Zóio, que tem quase 10 milhões de inscritos no seu canal, está sendo acusado de estupro nas redes sociais. Internautas resgataram nesta sexta-feira (26) um vídeo de 2017 em que o jovem, rindo com os amigos, relata como estuprou uma ex-namorada.

Com palavras misóginas e machistas, Zóio diz que, em uma viagem com a ex-namorada, resolveu penetrá-la sem seu consentimento enquanto dormia, já que antes a jovem havia dito que não iria “rolar”.

“Coloquei a mão na calcinha e está suave hoje, está tranquilo. E se estivesse menstruada a gente ia pelo caminho de terra. Ela falou que não ia rolar, que estava cansada. Eu falei beleza, não vou te forçar porque não sou estuprador, mas mesmo assim suave. Ela estava de pijaminha bem fino, fui abaixando, devagarzinho, sem querer acordar ela e consegui tirar”, diz, quase sem conter a risada e com gargalhadas dos amigos ao fundo. E continua: “Coloquei pro lado, foi entrando, mano. Primeiro, eu coloquei só a cabecinha e fiquei amortecendo. O grandão já bateu na porta e ficou lá. Vamos ver se ela acorda ou não. Foi só um teste. Só que eu fui empurrando, empurrando e ela não acordava. Fiquei dando umas cutucadas e ela acordou e falou: o que que é isso? Eu fiquei sem graça e depois resolvi dormir. Era só pra ser uma brincadeirinha, sem ela ver”.

Veja também:  Comunidade Cajueiro: ataques a Dino são “oportunismo”, avalia deputado

O vídeo estava com mais de 276 mil visualizações até a tarde desta sexta-feira (26). Com a repercussão do caso nas redes sociais – o termo Everson chegou aos Trending Topics do Twitter –  o youtuber retirou o vídeo do ar, mas ainda não se pronunciou sobre o assunto.

Confira, abaixo, parte da reação dos internautas.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum