Ouça o Fórumcast, o podcast da Fórum
31 de janeiro de 2018, 19h29

Salário de Demóstenes Torres em novembro foi de R$218 mil

O ex-senador, que é procurador de Justiça, tem salário mensal de cerca de R$30 mil, mas no final do ano teve alguns abonos

Por Redação

Procurador de Justiça pelo estado de Goiás, o ex-senador Demóstenes Torres (PTB-GO) recebeu em novembro do ano passado R$218.547,17 de salário. Sua remuneração mensal como procurador é de cerca de R$30 mil mas, após entrar na Justiça, recebeu dinheiro extra do Ministério Público de seu estado.

De acordo com o Ministério Público, o valor extra é correspondente à remuneração natalina (R$15 mil) e ao “abono de permanência”, que é a soma de todas as contribuições previdenciárias feitas desde agosto de 2014, época em que ele já poderia ter solicitado aposentadoria. Para conseguir receber os valores, Demóstenes acionou a justiça em outubro do ano passado.

Demóstenes Torres está afastado do senado desde 2012 por conta do processo que respondia por corrupção passiva e advocacia privilegiada. O processo estava ligado a esquemas que ele supostamente mantinha com o empresário Carlinhos Cachoeira, mas as provas foram extintas pelo Supremo Tribunal Federal (STF) em 2016 e o processo extinto no ano passado.

 

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum