Saúde mental piorou para quase quatro a cada 10 brasileiros, diz pesquisa

O Anuário Brasileiro de Segurança Pública de 2021 aponta que o Brasil registrou 35 suicídios por dia em 2020, ano da pandemia

Pesquisa PoderData realizada de 13 a 15 de setembro deste ano aponta que de quase cada 10 brasileiros, quatro tiveram piora na sua saúde mental durante a pandemia do coronavírus. O levantamento aponta que 38% dizem estar em uma situação pior do que no início da pandemia. Outros 43% relatam estar na mesma situação e 16% consideram ter melhorado.

O levantamento inédito do instituto, de acordo com o site Poder 360, foi realizado durante a campanha Setembro Amarelo, organizada pela Associação Brasileira de Psiquiatria em parceria com o Conselho Federal de Medicina com o objetivo de conscientizar e prevenir suicídios. Em 10 de setembro, celebrou-se o Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio.

O Anuário Brasileiro de Segurança Pública de 2021 (íntegra – 12 MB) aponta que o Brasil registrou 35 suicídios por dia em 2020, ano da pandemia. Foram 12.895 mortes por suicídio registradas no ano, ante 12.745 mortes do tipo contabilizadas em 2019.

Os jovens de 16 a 24 anos (53%) e os que cursaram ensino superior (55%) foram os que mais apontaram que a saúde mental piorou durante a pandemia A resposta é menos frequente entre os que estudaram até o ensino fundamental (29%).

O PoderData realizou 2.500 entrevistas em 411 municípios nas 27 unidades da Federação. A margem de erro é de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos. Saiba mais sobre a metodologia lendo este texto.

LeEia a pesquisa completa no Poder360

Avatar de Julinho Bittencourt

Julinho Bittencourt

Jornalista, editor de Cultura da Fórum, cantor, compositor e violeiro com vários discos gravados, torcedor do Peixe, autor de peças e trilhas de teatro, ateu e devoto de São Gonçalo - o santo violeiro.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR