Sônia Braga cita Marielle em debate sobre Bacurau: “Dediquei minha personagem a ela”

"Quero saber quem matou Marielle. E Marielle vive, sim”, comentou a atriz em coletiva de imprensa do filme

Em debate sobre o longa brasileiro “Bacurau”, que abriu a mostra do 47º Festival de Gramado, na noite desta sexta-feira (16), Sônia Braga cita Marielle Franco e a compara com a sua personagem no filme. A primeira exibição do longa no Brasil ainda teve gritos contra censura, elogio ao Nordeste e pedido de valorização da cultura. Bacurau entra em cartaz na quinta (22).

“Domingas, minha personagem, traz a mulher de força e dor imensa, que não aceita perder, deixar morrer.  Vejo dentro de um total quadro e dediquei a personagem a Marielle. Quero saber quem matou Marielle. E Marielle vive, sim”, comentou, em coletiva de imprensa do filme.

A atriz ainda acrescentou sobre as suas expectativas com relação longa. “Espero que esse filme seja uma inspiração para que as pessoas repensem suas posições, para que a gente tenha união, para que as crianças desse país possam cumprir seu futuro”, disse Sonia Braga, no tapete vermelho.

A exibição de “Bacurau” ocorreu um dia depois de Jair Bolsonaro voltar a criar atrito com o cinema nacional. Em sua transmissão semanal pelo Facebook, o presidente criticou produções que têm a sexualidade, principalmente LGBT, como tema. Ele afirmou ainda que teria “degolado tudo” ao fazer referência aos  cargos de diretoria da Ancine.

Avatar de Redação

Redação

Direto da Redação da Revista Fórum.

Em 2021, escolha a Fórum.

Fazer jornalismo comprometido com os direitos humanos e uma perspectiva de justiça social exige apoio dos leitores. Porque se depender do mercado e da publicidade oficial de governos liberais esses projetos serão eliminados. Eles têm lado e sabem muito bem quem devem apoiar.

Por isso, neste momento que você está renovando suas escolhas e está pensando em qual site apoiar, que tal escolher a Fórum?

Se fizer isso, além de garantir tranquilidade para o nosso trabalho, você terá descontos de no mínimo 50% nos cursos que já temos em nossa plataforma do Fórum Educação.

Renato Rovai
Editor da Revista Fórum

APOIAR