Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
10 de dezembro de 2019, 15h58

STJ manda soltar Luiz Fernando Pezão, ex-governador do Rio de Janeiro

Segundo o tribunal, ele não é mais uma ameaça às investigações e sua prisão preventiva não faz mais sentido

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

O ex-governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão (MDB), foi solto pela Sexta Turma do Supremo Tribunal de Justiça (STJ) nesta terça-feira (10) por 3 votos a 0. Dois ministros se declararam impedidos e se abstiveram.

Réu na Lava Jato acusado de integrar esquema de corrupção chefiado pelo ex-governador Sérgio Cabral, que está preso, Pezão foi poupado da prisão pelo STJ. O tribunal impôs medidas cautelares contra o ex-governador, como o uso de tornozeleira eletrônica. Ele também terá que comparecer periodicamente em juízo e está proibido de se ausentar do estado do Rio.

Não é sócio Fórum? Quer ganhar 3 livros? Então clica aqui.

Pezão está detido desde novembro de 2018, quando o juiz federal Marcelo Bretas determinou a prisão preventiva ainda durante a vigência do mandato do emedebista como governador. O magistrado afirmou que o objetivo era “cessar a atuação criminosa e assegurar a aplicação da lei penal”.

Segundo o STJ, agora que não cumpre mais mandato e não é visto como aliado pelo governador Wilson Witzel (PSC), a liberdade de Pezão não é mais uma ameaça às investigações e por isso a prisão preventiva foi cessada.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum