sábado, 19 set 2020
Publicidade

Desastre na política externa: superávit da balança comercial tem o pior resultado desde 2015

A balança comercial brasileira registrou, em 2019, o pior resultado desde 2015. O superávit foi de US$ 46,7 bilhões, valor 20% menor que o do ano anterior. A queda se deu devido a uma diminuição das exportações.

Em 2015, o saldo foi de US$ 19,5 bilhões, mas nos anos seguintes todos os valores foram maiores do que o registrado neste ano. Em 2018, o superávit foi de US$ 58 bilhões.

As exportações brasileiras caíram 7,5%, totalizando arrecadação de US$ 224 bilhões, o que explica a queda do saldo da balança. As importações também caíram, mas em proporção menor, apenas de 3,3% somando o valor de US$ 177,3 bilhões.

O setor de maior queda nas exportações foi o das manufaturas, com diminuição de 11,1% em relação ao ano anterior. Quanto aos semimanufaturados e produtos básicos, a queda foi de 8% e 2%, respectivamente.

Com exceção do Oriente Médio e da Oceania, as vendas do Brasil para o exterior caíram para todos os blocos econômicos e continentes.

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.