Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
27 de fevereiro de 2020, 18h14

Suspeitas de coronavírus se multiplicam em SP após confirmação de infectado

São 85 casos suspeitos em São Paulo e outros 77 no resto do Brasil

Foto: Governo do Estado de São Paulo

A confirmação na última terça-feira (25) de que um homem de 60 anos foi infectado pelo novo coronavírus (COVID-19) após viagem para a região da Lombardia, na Itália, o número de casos suspeitos de infecção pelo vírus saltaram de 11 para 85 nesta quinta-feira (27).

Segundo o ministro da Saúde, a alta no número de casos suspeitos se deve à expansão no número de países monitorados pelo Ministério da Saúde como transmissores do Covid-19.

Além da China, estão sendo monitorados pessoas que visitaram Alemanha, Austrália, Emirados Árabes, Filipinas, França, Irã, Itália, Malásia, Japão, Singapura, Coreia do Sul, Coreia do Norte, Tailândia, Vietnã e Camboja.

A comunicação tardia da Itália, terceiro país com maior número de casos registrados – 400 – é tido como o principal fator para a disparada repentina no número de suspeitos.

“Nós só tínhamos nexo de casos com a China. Aí passou uma série de países da chamada península asiática [para a lista de países que têm a confirmação do vírus]. Quando incluímos a Itália, essas combinações aumentaram muito. A Lombardia [região daquele país para onde o homem diagnosticado viajou] é uma das regiões mais visitadas no planeta. Então, era muito claro que iria aumentar os casos suspeitos”, disse Mandetta em coletiva ao lado do governador João Doria.

Além dos 85 casos de São Paulo, o Ministério informou que são monitorados outros 77 em todo o Brasil (dados atualizados às 17h). O Rio Grande do Sul aparece com 24 pacientes suspeitos. Outros 213 casos ainda estão sob análise.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum