“Todo maconheiro dá o toba”: Flávio Bolsonaro foge do MP para gravar vídeo homofóbico com Eduardo e Sikêra Jr

Presidente da Embratur, Gilson Machado, também participou da gravação do clipe preconceituoso em Manaus; assista

Reprodução

Menos de uma semana após divulgar um vídeo em que Sikêra Jr. diz que “todo maconheiro dá o anel”, o deputado federal Eduardo Bolsonaro viajou até Manaus (AM), nesta segunda-feira (21), para gravar uma entrevista ao canal do apresentador bolsonarista e se juntou ao coro homofóbico presencialmente.

Eduardo estava acompanhado do irmão, o senador Flávio Bolsonaro, que é investigado pelo Ministério Público Federal do Rio de Janeiro (MPF0-RJ) e deixou de ir a uma acareação da procuradoria para viajar a Manaus, e do presidente da Embratur, Gilson Machado. Os três, acompanhados de Sikêra Jr, do “Jumento”, mascote do programa policialesco apresentado pelo bolsonarista na RedeTV, e de outros membros da produção dançaram e cantaram uma música que faz ataques a usuários de cannabis e os associa à homossexualidade.

“Todo maconheiro dá o toba (…) Todo maconheiro dá o anel”, diz um trecho da música cantada pelos filhos do presidente.

Assista.

Este post foi modificado pela última vez em 21 set 2020 - 18:00 18:00

Ivan Longo: Jornalista e repórter especial da Revista Fórum.