Um dia após morte de Kathlen, adolescente é baleado em comunidade no Rio enquanto voltava para casa do supermercado

Jovem de 16 anos foi encaminhado ao hospital e passa por cirurgia; moradores do Morro São João protestam contra violência policial

Na noite desta quarta-feira (9), apenas um dia após morte de Kathlen Romeu, jovem negra que estava grávida e foi baleada em operação policial no Rio de Janeiro, um adolescente de 16 anos foi baleado no Morro São João, comunidade na Zona Norte da capital fluminense, enquanto voltava para casa com compras de um supermercado.

Segundo relatos de moradores da região e apuração feita pelo Voz das Comunidades, Wesley Souza foi baleado em meio a uma operação policial.

À rádio Tupi, a assessoria de imprensa da Polícia Militar do Rio de Janeiro informou que “agentes da UPP São João foram alvos de disparo de arma de fogo por criminosos, enquanto estavam em deslocamento pela comunidade”.

Leia também: Loja Farm cria cupom com nome de Kathlen e é acusada nas redes de lucrar com morte de mulher grávida

O disparo de arma de fogo atingiu o pescoço de Wesley, que foi encaminhado para o Hospital Salgado Filho, no Méier, e passa por procedimento cirúrgico.

Moradores da comunidade, após o ocorrido, saíram às ruas em protesto contra a violência policial.

*Com informações do Voz das Comunidades e Rádio Tupi

Avatar de Ivan Longo

Ivan Longo

Jornalista e repórter especial da Revista Fórum.