O que o brasileiro pensa?
04 de maio de 2020, 19h25

UNE critica Weintraub por anunciar inscrições do Enem: “Não acreditem no MEC, eles mentem!”

Entidade faz campanha pelo adiamento do Enem, visto que o ensino à distância aumentará a desigualdade entre os estudantes que farão a prova

O ministro da Educação, Abraham Weintraub (Foto: Reprodução)

A União Nacional dos Estudantes (UNE), através de suas contas oficiais nas redes sociais, criticou o anúncio das inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) feito nesta segunda-feira (4) pelo Ministério da Educação (MEC).

A medida contraria uma demanda dos próprios estudantes, que cobraram o governo pelo cancelamento da prova dada às circunstâncias da pandemia.

A propaganda do ministro Abraham Weintraub causou revolta nas redes sociais, fazendo com que a tag “Enem” entrasse para os Trending Topics do Twitter. O vídeo mostra atores, em sua maioria brancos, pedindo que estudantes não desistam de prestar a prova para que o país não perca uma “nova geração de profissionais”.

“Não acreditem no que diz o MEC, eles mentem! A conta é simples: sem aulas presenciais aumentam as desigualdades, porque muitos estudantes não tem internet, e as vezes nem livros, para estudar em casa. Ninguém quer cancelar o ENEM, mas dar mais tempo para reduzir essa distorção!”, escreveu a UNE.

A Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua de 2018, divulgada na última semana pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mostra que uma em cada quatro pessoas no Brasil não tem acesso à internet. Em números totais, isso representa cerca de 46 milhões de brasileiros que não acessam a rede.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum