sábado, 19 set 2020
Publicidade

Véio da Havan já doou R$ 17 milhões pela Lei Rouanet, criticada por bolsonaristas

A rede de lojas Havan, que pertence ao empresário bolsonarista Luciano Hang, já doou R$ 17 milhões em incentivos e projetos culturais por intermédio da Lei Rounet, tão criticada por apoiadores de Jair Bolsonaro, de acordo com informações da coluna de Guilherme Amado, da Época.

Não é sócio Fórum? Quer ganhar 3 livros? Então clica aqui.

Os R$ 17 milhões representam a soma dos patrocínios apresentados, por meio da lei, pelas três empresas do grupo: a Havan Lojas de Departamentos, a Havan Auto Center e uma filial em Brusque.

Pela Lei Rouanet foram realizadas 211 doações, que incluem R$ 200 mil para a Festa da Uva, R$ 250 mil para o Carnaval de Joaçaba e R$ 165 mil para a micareta Folianópolis.

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.