Fórumcast, o podcast da Fórum
12 de setembro de 2019, 21h52

VÍDEO: Agentes da GCM de Osasco agridem vendedora de café dentro de maternidade

Síndrome do guarda da esquina: Vendedora de café foi arrastada por guardas municipais para camburão após denúncia de "concorrência", segundo a filha; assista

Reprodução/Facebook

Dois oficiais da Guarda Civil Municipal agrediram e arrastaram uma vendedora de café que trabalhava em frente ao Hospital e Maternidade Amador Aguiar, em Osasco (SP). O caso aconteceu nesta quinta-feira (12) por volta das 11 horas da manhã e foi divulgado nas redes sociais pelos jornalistas do programa Bom Dia Cidade, da TV Cidade, uma emissora comunitária.

No vídeo, a senhora, que não teve nome divulgado, aparece sendo carregadas por guardas civis e colocada em um camburão. Segundo Vinícius Trindade, comentarista do programa Bom Dia Cidade, do jornalista Reinaldo Mota, a vítima registrou Boletim de Ocorrência contra os guardas e fez exame de corpo de delito.

Segundo comentários publicados no vídeo por uma mulher que se identifica como filha da vítima, a senhora foi levada pelos guardas após uma denúncia de “concorrência” feita por uma outra vendedora que também atua em frente ao hospital. Ela relata ainda que a mãe possui licença para trabalhar e que, mesmo assim, as agressões da GCM são constantes.

“Isso ocorreu após uma denuncia de concorrência, outra mulher trabalha ao lado, “UMA SENHORA DE BEM”. Toda semana faz denúncia contra minha mãe na prefeitura e, no dia seguinte, é isso o que acontece quando minha mãe está trabalhando. […] Não só ela como a filha dela agrediram minha Mãe verbalmente e fisicamente. Durante 1 ano e 6 meses, minha mãe vem sofrendo com esse tipo de coisa, perdemos as contas de quantas vezes já perdemos mercadorias. Detalhe…. temos licença”, publicou Nicoly Lopes.

Assista ao momento da agressão.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum