VÍDEO: Comerciantes contra o toque de recolher invadem prefeitura de Caldas Novas (GO)

Com alta nos casos de Covid e internações, cidade já não tem mais leitos de UTI disponíveis

Comerciantes e empresários de Caldas Novas (GO) realizaram nesta quarta-feira (3) uma manifestação contra as medidas restritivas para conter o avanço do coronavírus na cidade.

Barulhento, o ato provocou aglomeração, tumulto e terminou com a sede da prefeitura sendo invadida pelos manifestantes. Apesar da agressividade de alguns dos presentes, a manifestação terminou sem maiores incidentes e os presentes, algum tempo após a invasão, deixaram o local.

O protesto aconteceu no dia em que entrou em vigor o decreto de toque de recolher, que prevê o fechamento de todos os serviços não essenciais da cidade a partir das 18h por 7 dias. O endurecimento nas medidas restritivas ocorre pois Caldas Novas, assim como a maior parte das cidades brasileiras, está com seu sistema hospitalar entrando em colapso. Atualmente, a taxa de ocupação de Unidades de Terapia Intensiva (UTI) para Covid-19 é de 100%.

Em nota, a prefeitura repudiou o ato e a invasão. “Nesta terça-feira, o Brasil registrou 1.726 mortes, em 24 horas , sendo um deles em nossa cidade. Com isso, o país bateu um novo recorde na pandemia com um total de 257,5 mil vidas perdidas para o coronavírus. Caldas Novas está com 100% da ocupação de UTIs lotadas, tanto para Covid-19 quanto para outras situações”, diz um trecho do comunicado do Executivo municipal.

Confira, abaixo, o vídeo que mostra o momento em que os manifestantes invadem a prefeitura.

Avatar de Ivan Longo

Ivan Longo

Jornalista e repórter especial da Revista Fórum.