Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
21 de janeiro de 2020, 11h44

Vídeo: Em BH, PM joga lixo no rio Arrudas para liberar rua de protesto contra alagamentos

Pelo menos 203 famílias ficaram desalojadas e cinco desabrigadas em Contagem, região metropolitana da capital mineira, por causa das fortes chuvas. Moradores protestaram e tiveram seus pertences jogados no rio, que subiu 10 metros, por PM

PM joga pertences usados por moradores em ato no rio Arruda, em Belo Horizonte (Reprodução)

Durante protesto de moradores que tiveram suas casas invadidas pela água da enchente provocada pelas fortes chuvas que caem sobre Belo Horizonte desde o final de semana, um policial militar resolveu penalizar os manifestantes jogando móveis e colchões usados no ato para bloquear a Avenida Tereza Cristina, que liga a capital mineira à Contagem, no Ribeirão Arrudas, que chegou a subir 10 metros e invadiu casas na região.

Nas imagens, divulgadas nas redes sociais, o policial pega cadeiras, colchões e pedaços de móveis, que foram destruídos pelas chuvas, e joga dentro do rio, discutindo com moradores.

Após o temporal no domingo (19), a avenida foi interdidata por causa dos buracos abertos pela enxurrada.

No boletim divulgado nesta segunda-feira, a Defesa Civil de Minas Gerais informou que em apenas duas horas choveu 102 milímetros em Belo Horizonte e Contagem.

Nos dois municípios houve alagamentos e deslizamento de encostas. Algumas das cenas mais impressionantes do temporal foram registradas em Contagem.

“Um dos locais mais atingidos foi o Bairro Amazonas, mais especificamente na Av. Alvarenga Peixoto, onde ocorre uma feira de artesanato aos domingos. Diversas barracas e pertences de comerciantes foram arrastadas pela chuva. Diversas casas no bairro Industrial e Vila Barraginha foram inundadas pela enxurrada. A Estação do Metrô Eldorado, também ficou alagada”, informou a Defesa Civil.

Em Contagem, segundo o órgão, 203 famílias ficaram desalojadas e cinco desabrigadas (que tem casas danificadas ou ameaçadas). Foram cinquenta ocorrências relacionadas à Defesa Civil.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum