Vídeo: Homem agride mulher trans e foge rindo com os amigos

Luara Silva é presidente da Associação Triângulo Trans, entidade que oferece apoio a travestis e transexuais. Caso aconteceu em Uberlândia

Presidente da Associação Triângulo Trans, entidade que oferece apoio a travestis e transexuais, Luara Silva foi agredida pelo projetista autônomo Lucas Felipe Moura, de 23 anos, enquanto distribuía preservativos a trabalhadoras do sexo.

O ataque revoltante aconteceu no viaduto da BR-050 com a Avenida Floriano Peixoto, em Uberlândia, Minas Gerais, na noite desta quarta-feira (20). No vídeo, que viralizou nas redes sociais, é possível ver Lucas saindo do carro, dando uma rasteira em Luara e voltando ao veículo, gargalhando.

Segundo informações do G1, ele teria descido do carro e perguntado a ela “quanto era o programa”. Na sequência, a atingiu com uma rasteira. De acordo com Luara, havia ao menos 5 pessoas no veículo, incluindo uma mulher.

A presidente da associação disse que está bem fisicamente, mas psicologicamente afetada e assustada. Infelizmente, esse não foi o único caso de transfobia ocorrido nas últimas semanas na cidade.

Na noite anterior, trabalhadoras do sexo relataram que foram atacadas por ocupantes de outro veículo, que arremessaram ovos contra elas.

Notícias relacionadas

Avatar de Carolina Fortes

Carolina Fortes

Repórter colaborativa no site Emerge Mag e antiga editora-assistente no site da Jovem Pan. Ex-repórter no site Elástica. Formada em jornalismo e faz a segunda graduação em Letras na Universidade de São Paulo (USP). Acredita no jornalismo como forma de impacto social e defende maior inclusão e representatividade.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR