Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
31 de outubro de 2018, 07h35

VÍDEO: Polícia atira bombas em dispersão de ato contra Bolsonaro em São Paulo

Segundo reportagem da Folha de S.Paulo, os policiais estavam sem identificação nas fardas.

Foto: Midia Ninja

A Polícia Militar reprimiu violentamente alguns grupos que dispersavam da manifestação contra o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) no fim da noite desta terça-feira (30) em São Paulo. Segundo reportagem da Folha de S.Paulo, os policiais estavam sem identificação nas fardas.

Vídeos publicados nas redes sociais mostram a polícia atirando bombas de gás lacrimogênio em pequenos grupos que se concentravam próximo à Praça Roosevelt, na região central de São Paulo. De acordo com a Polícia Militar, pelo menos uma pessoa foi detida e encaminhada para o 78º Distrito Policial.

O ato, que começou no vão do Masp, na Avenida Paulista, transcorreu sem problemas até então. Guilherme Boulos, líder do Movimento dos Sem-Teto (MTST) e candidato derrotado à Presidência do PSol, discursou dizendo que reconhece o resultado das eleições, mas declarou oposição desde já às propostas antidemocráticas de Bolsonaro.

“O Bolsonaro se elegeu presidente do Brasil, não imperador do Brasil e tem que respeitar as liberdades democráticas”, disse Boulos, que criticou a cultura da violência dos apoiadores do capitão da reserva. “Nós viemos às ruas em paz, porque a violência e o resolver tudo na bala não faz parte da nossa cultura, faz parte da dele”.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum