Fórumcast, o podcast da Fórum
20 de agosto de 2019, 10h59

VÍDEO: Witzel comemora assassinato cometido por sniper como se estivesse em estádio de futebol

Depois de bater continência aos policiais, o governador do Rio de Janeiro anunciou que irá promovê-los por bravura

Wilson Witzel comemora a morte do sequestrador - Foto: Reprodução

O governador Wilson Witzel (PSC), ao chegar de helicóptero à ponte Rio-Niterói na manhã desta terça-feira (20), correu e comemorou, como se estivesse em uma partida de futebol, a execução do sequestrador que fez 37 reféns em um ônibus com arma de brinquedo. Witzel também bateu continência aos policiais e foi conversar com os agentes.

Em entrevista, Witzel anunciou que irá promover os integrantes da ação por bravura. “Os policiais serão todos condecorados, inclusive, eu já determinei a promoção dos atiradores por bravura. Eram vários, para termos vários ângulos. Foi uma ação exitosa, nossa PM é preparada para preservar vidas”, afirmou o governador.

Se você curte o jornalismo da Fórum clique aqui. Em breve, você terá novidades que vão te colocar numa rede em que ninguém solta a mão de ninguém

Nas redes sociais, Witzel parabenizou novamente a polícia e disse que “preferiu salvar os reféns”. “O ideal era que todos saíssem vivos, mas preferimos salvar os reféns. Determinei que a Secretaria de Vitimização cuide dos reféns e também da família do sequestrador. Meu papel como governador é fazer com que tudo funcione, evitando transtornos para a sociedade”, comentou.

Incompatível

“A cena do governador do Rio chegando feliz e comemorando é grotesca. Incompatível com o comportamento que se espera minimamente de uma autoridade pública. E que também estimula outros sequestros como esse, já que muitos desses criminosos veem nesses atos uma chance de sair da invisibilidade, ainda que custe a própria vida”, afirmou Ariel de Castro Alves, advogado e integrante do Conselho Estadual dos Direitos da Pessoa Humana de SP (Condepe).


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum