“Nosso posicionamento é muito diferente de Carlos Martins”, informa a escola Wizard em comunicado

A instituição também enfatizou que o empresário não tem mais vínculo com a empresa, que é a favor da vida e da ciência e contra a disseminação de fake News

A escola de inglês Wizard soltou um comunicado na manhã desta quarta-feira (30) afirmando que o seu posicionamento sobre a pandemia e medidas sanitárias é “muito diferente de Carlos Martins” e reforçou que o empresário não tem mais vínculo com a instituição.

“Desde 2014, a Wizard by Pearson faz parte da maior empresa de aprendizagem do mundo, a Pearson. Naquele ano, a multinacional britânica adquiriu a totalidade dos direitos e do controle sobre a marca, passando a ser sua única proprietária e encerrando por completo qualquer vínculo entre a rede de escolas de idiomas e o seu ex-dono, o empresário Carlos Martins”, diz o comunicado.

O comunicado também explica por que manteve o “Wizard” em seu nome. “Um fato curioso é que, apesar de continuar usando a palavra “Wizard” em seu nome, hoje o empresário Carlos Martins é concorrente da marca. Em 2017, três anos depois de vender a Wizard para a Pearson, ele tornou-se sócio de outra rede de escolas de inglês, a Wise Up, inclusive, por vezes, passando a associar o seu nome a nova rede de escolas da qual é sócio atualmente”.

Em outro momento, a direção da instituição de ensino afirma que é a “favor da vida, da saúde e da ciência”.

“A Wizard by Pearson aproveita a oportunidade para se expressar em favor da vida, da saúde e da ciência. Desde o início da pandemia, orientamos nossos franqueados e colaboradores sobre todas as medidas necessárias para respeitar a legislação e os protocolos sanitários vigentes, sempre buscando garantir a segurança de nossos professores, alunos, colaboradores e parceiros”, diz a nota.

Por fim, a escola lamenta as vidas perdidas na pandemia. “Lamentamos as centenas de milhares de vidas que se foram, nos solidarizamos com a dor de todas as famílias que perderam pessoas queridas e seguimos na esperança de dias melhores. Cuidado com a desinformação e propagação de fake news!”, finaliza o comunicado.

Para ler o comunicado na íntegra, clique aqui.

Notícias relacionadas

Avatar de Marcelo Hailer

Marcelo Hailer

Jornalista (USJ), mestre em Comunicação e Semiótica (PUC-SP) e doutor em Ciências Socais (PUC-SP). Professor convidado do Cogeae/PUC e pesquisador do Núcleo Inanna de Pesquisas sobre Sexualidades, Feminismos, Gêneros e Diferenças (NIP-PUC-SP). É autor do livro “A construção da heternormatividade em personagens gays na televenovela” (Novas Edições Acadêmicas) e um dos autores de “O rosa, o azul e as mil cores do arco-íris: Gêneros, corpos e sexualidades na formação docente” (AnnaBlume).

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR