escrevinhador

por Rodrigo Vianna

13 de junho de 2012, 10h42

Crimes de Maio de 2006: corpo de vítima será exumado

Do SPressoSP: Nesta quarta-feira (13), às 13h30, no Cemitério da Areia Branca, em Santos, será exumado o cadáver de Edson Rogério Silva dos Santos, assassinado em meio aos crimes de maio de 2006, “por grupos de extermínio da Polícia Militar”, segundo Débora Maria da Silva, sua mãe e fundadora do grupo Mães de Maio.

Crimes de Maio de 2006: primeiro corpo de vítima será exumado nesta quarta
Por Igor Carvalho, do SPressoSP

Na próxima quarta-feira (13), às 13h30, no Cemitério da Areia Branca, em Santos, será exumado o cadáver de Edson Rogério Silva dos Santos, assassinado em meio aos crimes de maio de 2006, “por grupos de extermínio da Polícia Militar”, segundo Débora Maria da Silva, sua mãe e fundadora do grupo Mães de Maio. Recentemente, foi apreendida uma arma com um policial de Cubatão (SP) e há suspeitas de que o projétil que atingiu a cervical de Edson, pode ter saído da arma do policial.

Edson foi enterrado com o projétil no corpo “porque os instrumentos do IML estavam quebrados”, segundo Débora. Justamente esse descuido pode levar a mãe até os assassinos de seu filho, seis anos depois. Em um misto de alegria e revolta, a fundadora do Mães de Maio espera que a confirmação do assassinato de seu filho, pela Polícia Militar, ajude a federalizar os crimes. “O estado de São Paulo já se mostrou incompetente para julgar nossa causa, precisamos ir mais além.” Apesar dos apelos das mães, que querem levar o caso para o Ministério Público Federal e entregar a investigação nas mãos da Polícia Federal, o promotor de Justiça Cássio Roberto Conserino, do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) de Santos, afirmou, em reunião com as mães, que o Ministério Público Estadual é “contra a federalização.”

A exumação será acompanhada por Débora. “Foi uma luta muito grande para chegar até aqui, não sairei do lado do meu filho.” Emocionada, ela ressalta a importância dessa vitória. “Ela vai nos ajudar a combater os grupos de extermínio da Polícia Militar, que continuam atuando na Baixada Santista. As provas encontradas no corpo do meu filho vão derrubar a máscara da Polícia Militar.”

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum