Imprensa livre e independente
01 de janeiro de 2017, 14h17

Chacina em Campinas: homem mata ex-mulher, filho e 10 familiares em festa de ano novo

Atirador se matou em seguida; três pessoas continuam internadas

Atirador se matou em seguida; três pessoas continuam internadas Da Redação, com informações do G1 Doze pessoas foram assassinadas entre a noite deste sábado (31) e a madrugada deste domingo (1º), durante uma confraternização de família, em Campinas (SP). O técnico em laboratório Sidnei Ramis de Araujo, de 46 anos, pulou o muro da casa onde ocorria a festa de ano novo e entrou atirando. Ele era ex-marido de Isamara Filier, uma das vítimas. Isamara tinha 41 anos e estava em processo de separação, de acordo com informações da Polícia Militar e de processos judiciais na Vara da Família. Ela também...

Atirador se matou em seguida; três pessoas continuam internadas

Da Redação, com informações do G1

Doze pessoas foram assassinadas entre a noite deste sábado (31) e a madrugada deste domingo (1º), durante uma confraternização de família, em Campinas (SP).

O técnico em laboratório Sidnei Ramis de Araujo, de 46 anos, pulou o muro da casa onde ocorria a festa de ano novo e entrou atirando. Ele era ex-marido de Isamara Filier, uma das vítimas.

Isamara tinha 41 anos e estava em processo de separação, de acordo com informações da Polícia Militar e de processos judiciais na Vara da Família. Ela também estava disputando com Sidnei a guarda do filho de 8 anos, João Victor Filier de Araujo, na Justiça.

Araujo matou primeiro a mãe e depois a criança. Segundo uma testemunha, o atirador disse que ia matar a ex-mulher porque ela tirou a guarda do filho. Depois disso, a criança falou que ele tinha matado a mamãe e, na sequência, foram mais dois disparos e um silêncio.

Dois jovens que estavam na festa conseguiram se salvar porque se trancaram no banheiro.

Veja também:  Nepotismo: "Se eu puder dar o filé mignon para o meu filho, eu dou", diz Bolsonaro sobre embaixada

Além de Isamara e seu filho, foram mortos:

Rafael Filier, de 33 anos, irmão de Isamara;

Liliane Ferreira Donato, de 44 anos, seu marido está entre os feridos hospitalizados, foi na casa dela que a tragédia aconteceu;

Alessandra Ferreira de Freitas, de 40 anos;

Antonia Dalva Ferreira de Freitas, de 62 anos, era mãe de Liliane e de Alessandra;

Abadia das Graças Ferreira, de 56 anos, era irmã de Antonia Dalva;

Paulo de Almeida, de 61 anos, era marido de Abadia;

Ana Luzia Ferreira, irmã de Antônia Dalva e Abadia, tinha 52 anos;

Larissa Ferreira de Almeida, 24 anos, era filha de Ana;

Luzia Maia Ferreira, de 85 anos, era mãe de Antonia Dalva, Abadia e Ana, e avó de Liliane, Alessandra e Larissa. Seu filho, de 58 anos, está entre os feridos hospitalizados em Campinas;

Carolina de Oliveira Batista, 26 anos, seu pai está entre os três feridos que estão hospitalizados em Campinas.

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum

#tags