Imprensa livre e independente
30 de abril de 2019, 14h11

Chanceler denuncia apoio do “dirigente neofacista” Jair Bolsonaro à tentativa de golpe na Venezuela

"Apesar de o povo brasileiro e suas instituições apoiarem a paz e a política de boa vizinhança com a Venezuela, este senhor aposta em golpes e na violência", declarou Jorge Arreaza

Bolsonaro e Jorge Arreaza, ministro de Relações Exteriores da Venezuela (Montagem)
O ministro de Relações Exteriores da Venezuela, Jorge Arreaza, denunciou na tarde desta terça-feira (30) o apoio de Jair Bolsonaro (PSL), presidente brasileiro, à tentativa de golpe de Estado promovido pelos líderes oposicionistas Juan Guaidó e Leopoldo López. Na declaração pelo Twitter, Arreaza compartilhou um tuíte de Bolsonaro em apoio ao golpe e chamou o brasileio de neofascita. “Denunciamos o apoio do dirigente neofascista Jair Bolsonaro na tentativa de golpe de Estado. Apesar de o povo brasileiro e suas instituições apoiarem a paz e a política de boa vizinhança com a Venezuela, este senhor aposta em golpes e na violência”,...

O ministro de Relações Exteriores da Venezuela, Jorge Arreaza, denunciou na tarde desta terça-feira (30) o apoio de Jair Bolsonaro (PSL), presidente brasileiro, à tentativa de golpe de Estado promovido pelos líderes oposicionistas Juan Guaidó e Leopoldo López. Na declaração pelo Twitter, Arreaza compartilhou um tuíte de Bolsonaro em apoio ao golpe e chamou o brasileio de neofascita.

“Denunciamos o apoio do dirigente neofascista Jair Bolsonaro na tentativa de golpe de Estado. Apesar de o povo brasileiro e suas instituições apoiarem a paz e a política de boa vizinhança com a Venezuela, este senhor aposta em golpes e na violência”, declarou Arreaza.

Em seu tuíte, Bolsonaro disse que acompanha com atenção a situação na Venezuela e que “o Brasil está ao lado do presidente Juan Guaidó”, referindo-se ao líder oposicionista que se autoproclamou presidente no país.

Veja também:  Celso Amorim: no segundo mandato de Lula, todos os embaixadores eram diplomatas de carreira

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum