Imprensa livre e independente
07 de maio de 2018, 18h06

Chico Pinheiro usa Twitter para ironizar “resgate” do cão de Marcela Temer

“Eu achava que cachorro sabia nadar”, postou o jornalista da Rede Globo, fazendo piada sobre o fato de a primeira-dama ter se atirado no Lago Paranoá para “salvar” seu cachorro

Foto: Reprodução/TV Globo O jornalista Chico Pinheiro, da Rede Globo, usou sua conta no Twitter para ironizar a ação da esposa de Michel Temer, Marcela: “Eu achava que cachorro sabia nadar”, postou. Marcela Teme pulou no Lago Paranoá, durante passeio no Palácio da Alvorada, em Brasília, para resgatar seu cachorro, Picoly. O animal, da raça Jack Russell, se jogou nas águas do jardim do palácio e não conseguia sair. Eu achava que cachorro sabia nadar. https://t.co/Ledv7kZlAV — Chico Pinheiro (@chico_pinheiro) 7 de maio de 2018 Vendo a situação, Marcela se assustou. Pediu ajuda a uma agente de segurança e, como...

Foto: Reprodução/TV Globo

O jornalista Chico Pinheiro, da Rede Globo, usou sua conta no Twitter para ironizar a ação da esposa de Michel Temer, Marcela: “Eu achava que cachorro sabia nadar”, postou. Marcela Teme pulou no Lago Paranoá, durante passeio no Palácio da Alvorada, em Brasília, para resgatar seu cachorro, Picoly. O animal, da raça Jack Russell, se jogou nas águas do jardim do palácio e não conseguia sair.

Vendo a situação, Marcela se assustou. Pediu ajuda a uma agente de segurança e, como não teve êxito, se atirou no lago, mesmo de roupas e “salvou” o cachorro. A agente do GSI (Gabinete de Segurança Institucional) acabou transferida, por não ter colaborado com a primeira-dama.

 

Veja também:  Dallagnol é destaque junto com Anitta em evento de palestras motivacionais em Curitiba

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum