domingo, 20 set 2020
Publicidade

Colunistas

Bolsonaro tira o alimento da mesa do povo, por Raimundo Bonfim

Além de cortar o auxílio emergencial, sua política de apoio aos grandes produtores e empresários fez os preços do arroz, da carne, do leite e do óleo dispararem, passando de produtos básicos a produtos de luxo
Publicidade

Golpe pra quê?

Leia na coluna de Rodrigo Perez: "Jair Bolsonaro está dormindo mais tranquilo, assistindo à recuperação de sua popularidade e se sentindo cada vez mais confortável nos corredores do poder. A cadeira já não queima tanto"

Cartas do Pai: “A Gripe do Pasquim”

Em sua coluna na Fórum, Ivan Cosenza relembra um episódio curioso de quando prenderam a equipe do Pasquim, jornal onde trabalhava seu pai, o cartunista Henfil

A música de concerto com sabor popular do Ensemble Choro Erudito

Com uma formação inusitada, Ricardo Valverde (vibrafone), Wanessa Dourado (violino) e Marcos Paiva (contrabaixo acústico) misturam peças eruditas e populares

Roberto Biela, a dignidade da música ao vivo na vida do músico e seu público

Ele devia ter uns 18 ou 19 anos no máximo e era o músico mais disputado de um bar chamado Carranca, que...

A esquerda não deve ter ódio do pobre de direita, mas consternação

Leia na coluna de Raphael Fagundes: "Da consternação, do profundo pesar decorrente da ignorância programada que induz os pobres a pensarem de forma equivocada agravando ainda mais sua pobreza, nasce o sentimento de camaradagem e de solidariedade. Estes são os afetos que devem prevalecer nesta comunidade emocional"

Quebra de safra de arroz nos EUA influenciou alta do grão no Brasil

Países grandes exportadores de arroz, como China e Índia também tiveram problemas com as safras e fizeram uma política de gestão especial dos alimentos essenciais por conta da pandemia. Por Ana Prestes

Vivemos a desdemocratização do mundo? Não!

"A falta de rigor conceitual leva a esses exageros. Confunde crise do modelo de representação liberal com crise da democracia"

Vergonha! Brasil não atinge meta de vacinação infantil pela primeira vez no século

A queda da cobertura vacinal já vem sido registrada nos últimos anos em decorrência da Emenda Constitucional 95/2016, que congelou por 20 anos os recursos para a saúde. Por causa dela, o SUS já enfrentava seu momento mais frágil desde sua criação, em 1988

Parlamentar da Noruega indica Trump ao Prêmio Nobel da Paz

Leia na coluna Notas Internacionais, de Ana Prestes: Christian Tybring-Gjedde já havia recomendado Trump ao Nobel em 2018 por seu papel em uma suposta reconciliação das duas Coreias. A Comissão do Nobel aceita qualquer indicação de pessoa ou organização, o que não significa que os indicados viram candidatos

Cartas do Pai: “Falsos patriotas”

Anteontem foi o Dia da Independência, e percebi que muita gente comemorou duas vezes este ano. Comemoraram 4 de Julho e agora, de novo, em 7 de Setembro. O curioso é que nas duas comemorações o que se viu foi a bandeira dos Estados Unidos

Vacina Oxford/Astrazeneca teria causado síndrome que ataca medula espinhal

Os testes foram paralisados em todo o mundo, no Brasil inclusive. Leia mais nas Notas Internacionais, de Ana Prestes

O “Fliperama” cyberpunk de Fabiano Calixto

Tomaz Amorim analisa o livro de poemas “Fliperama” de Fabiano Calixto lançado em Março deste ano. Trata-se de leitura fundamental para quem quer sobreviver ao Brasil de 2020 encontrando ainda beleza nas coisas, sem abrir mão de suas conturbações estéticas e políticas

O Amor Supremo de John Coltrane ou quando eu quero falar com Deus

Leia na coluna de Julinho Bittencourt: Trane em "A Love Supreme” não procurava ou cultuava um Deus, mas sim todos eles. Suas escalas cruzam Oriente/Ocidente com a desfaçatez e a velocidade do humano, demasiado humano

A independência foi proclamada por um bando de milicianos

Em sua coluna, Raphael Fagundes conta como milicianos bancados por fazendeiros conduziram a separação de Portugal do Brasil

O sete de setembro da nossa infelicidade

Leia na coluna de Valerio Arcary: "O Brasil, neste sete de setembro de 2020, está vivendo um retorno ao padrão de um país periférico especializado na exportação de alimentos e extração de minérios. Uma recolonização. Um país triste. Uma nação infeliz"