Alexandre Padilha

01 de Maio de 2020, 20h06

Coronavírus: aprovadas medidas de proteção aos guerreiros e guerreiras da área da saúde que estão salvando vidas

Leia na coluna de Alexandre Padilha: "Hoje, o maior risco de colapso do sistema de saúde tem a ver com a infecção dos trabalhadores e trabalhadoras da saúde"

Foto: Alex Pazuello

Na semana em que o Brasil ultrapassou do número de mortes por Covid-19 em comparação com a China, chegamos a marca de mais de 5 mil óbitos, e atingimos o segundo lugar no número de novos casos confirmados e o quinto no número de mortos. Segundo a organização “Woldometers”, nosso país se tornou o novo epicentro do coronavírus no mundo. Não temos mais vítimas fatais por conta do isolamento social e graças a todos os guerreiros e guerreiras da área da saúde que estão salvando vidas.

A luta pela garantia de direitos e o cuidado de quem cuida tem sido forte na Câmara dos Deputados. Como sabem, sou membro da comissão que trata de ações de enfrentamento ao coronavírus onde realizamos debates e sugerimos medidas de proteção, combate e cuidado que estão sendo analisados e aprovados em caráter de urgência no Congresso Nacional.

Essa semana dois projetos de lei foram aprovados na Câmara dos Deputados e buscam cuidar exatamente dos trabalhadores e trabalhadoras da saúde. Um projeto de minha autoria estabelece como obrigatório o fornecimento de equipamento de proteção individual e priorização das testagens dos trabalhadores da saúde para tentarmos evitar a situação crítica que já estamos vivendo de grande ocupação da capacidade instalada de leitos em várias capitais. Hoje, o maior risco de colapso do sistema de saúde tem a ver com a infecção dos trabalhadores e trabalhadoras da saúde.

O outro projeto também é uma conquista importante para os profissionais da área que é a garantia de desconto do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) para todos os trabalhadores e trabalhadoras da saúde que atuam no SUS. Esse desconto já existia para médicos e enfermeiros do programa Estratégia Saúde da Família e professores e agora se estende a todos profissionais da saúde que utilizaram o Fies e terão desconto no pagamento enquanto durar a pandemia.

Medidas como essas são o mínimo obrigatório que nós, representantes do povo no Congresso Nacional, podemos fazer a esses profissionais que colocam suas vidas e de suas famílias em risco para salvar outras vidas.

*Alexandre Padilha é médico, professor universitário e deputado federal pelo PT-SP. Foi Ministro da Coordenação Política de Lula e da Saúde da Presidenta Dilma Rousseff. Foi Secretário Municipal da Saúde na gestão Fernando Haddad na cidade de São Paulo.

*Este artigo não reflete, necessariamente, a opinião da Fórum.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum