sexta-feira, 18 set 2020
Publicidade

Residência do líder da oposição francesa, Jean-Luc Mélenchon, é revistada pela polícia

Notas internacionais (por Ana Prestes) 18/10/18

– Terminou frustrada nesta quarta-feira (17), em Bruxelas, mais uma reunião de líderes europeus com a Primeira Ministra Theresa May sobre o Brexit. Já se fala em uma extensão do prazo de transição para a saída do Reino Unido da UE, previsto para 29 de março de 2019.

– Tanto a residência quanta a sede do partido (França Insubmissa) do líder oposicionista francês, Jean-Luc Mélenchon foram revistadas nesta quarta-feira (17) pela polícia com ordem da justiça. A alegação foi de busca de provas de manutenção de empregos fictícios no parlamento e uso de caixa dois nas últimas eleições. O deputado filmou tudo e postou nas redes denunciando um golpe de Estado judicial e dizendo que “eles encontrarão uma desculpa para me colocar atrás das grades, como Lula. É essa a nova técnica deles”.

– A revista dos imóveis vinculados a Melénchon se deu no mesmo dia em que Macron apresentou sua reforma ministerial, compondo agora seu gabinete com mais políticos e menos representantes da sociedade civil, que era uma das bandeiras de sua eleição. Macron dizia na sua candidatura que faria um governo “nem de esquerda nem de direita”.

– Foi realizada em Brasília, entre os dias 16 e 17 de outubro, a IV Comissão Binacional México-Brasil. O fluxo de investimentos e comércio bilateral entre os dois países em 2017 foram da ordem de 9 bilhões de dólares. Um dos pontos do encontro foi a oferta mexicana de colaboração nos esforços para recuperação do Museu Nacional, no RJ. A V Reunião Binacional será no México, em 2020, mesmo ano em que haverá no México evento comemorativo pelo cinquentenário da conquista do Tricampeonato Mundial de Futebol pela Seleção Brasileira.

– Uma caravana de cerca de 3.000 migrantes hondurenhos está marchando rumo aos EUA desde o último dia 13 de outubro. Estão, neste momento, cruzando a Guatemala. Autoridades mexicanas e norte-americanas já deram declarações sobre os procedimentos a serem adotados com a chegada de migrantes ilegais. O México tem uma política de reconhecimento do direito de mobilidade de refugiados e obedece ao Pacto Mundial para a Migração Segura, Ordenada e Regular de 2018. Trump ameaçou retirar financiamentos e ajuda ao governo de Honduras se os migrantes não forem interrompidos.

– Uma multidão foi às ruas no Haiti nesta quinta-feira (17) para denunciar o governo de Jovenal Moise de corrupção e desvio dos fundos da PetroCaribe. Os protestos são também contra a repressão policial no país. São esperados novos protestos para hoje em Porto Príncipe e Les Cayes.

– Foi libertada na noite desta quinta-feira (17), no Peru, Keiko Fujimori. Ela e outras 19 pessoas foram presas na semana passada durante investigação sobre corrupção e lavagem de dinheiro para financiamento do partido Força Popular. Keiko foi a candidata mais votada no primeiro turno das eleições peruanas de 2016, mas acabou perdendo no segundo turno para Pedro Paulo Kuczynski (que já renunciou ao cargo).

– A legalização da maconha para fins recreativos já está valendo no Canadá desde desta quinta-feira (17).

– Na Índia houve protestos e enfrentamentos nesta quinta-feira (17) quando da abertura às mulheres de um grande templo hindu em Kerala, ao sul do país. Por serem consideradas “impuras”, as mulheres não têm o direito de frequentar alguns templos hindus.

Ana Prestes
Ana Prestes
Socióloga, mestre e doutora em Ciência Política pela UFMG. Autora da tese “Três estrelas do Sul Global: O Fórum Social Mundial em Mumbai, Nairóbi e Belém” e do livro infanto-juvenil “Mirela e o Dia Internacional da Mulher”. É membro do conselho curador da Fundação Maurício Grabois, dirigente nacional do PCdoB e atua profissionalmente como assessora internacional e assessora técnica de comissões na Câmara dos Deputados em Brasília.