Colunistas

27 de fevereiro de 2018, 22h03

Cartas do Pai: “Agora, a intolerância chegou também ao futebol!”

Saudades de quando se podia brincar no futebol. E de quando podíamos debater política, sem sermos xingados. Espero que esses dias voltem!

Rio de Janeiro, 27 de Fevereiro de 2018.

Pai,

Hoje é aniversário da Juliana, minha prima quase irmã! Uma ligação bonita que ficou até os dias atuais!
Pena que começou por causa da intolerância política na ditadura militar, quando a Gilse foi presa, só por que não se podia pensar diferente! Torturaram ela, e diziam que iam pegar a Juliana e torturar na frente dela! Como fizeram com tantas crianças naquela época! Não gosto nem de lembrar. Sorte que ela estava segura aqui no Rio com você e a minha mãe.

Agora, a intolerância chegou também ao futebol, pai! Chegou aos dribles, às comemorações dos gols. Tá começando a ficar chato isso! Estão querendo acabar com a alegria no futebol, com a parte boa, que são as fintas dos craques, com as brincadeiras…

No jogo Flamengo e Botafogo, o garoto comemorou com o “chororô” e queriam bater nele! Quando o Souza fez isso pela primeira vez, ninguém foi nem tirar satisfação com ele.

Em outro jogo, um outro garoto fez o “créu!” e levou socos por isso! O Tiago Neves fez a mesma coisa depois de um jogo contra o Flamengo e nada aconteceu! Nos dois casos, e em outros tantos, o jogo acabou e a torcida foi embora normalmente pra casa. Ninguém invadiu o campo. Tudo em paz!

Ah! E não é só no Brasil. Na Europa, um jogador disse que o Neymar provoca as agressões com seus dribles! Acredita nisso? A vítima que procurou isso…

Parece estuprador botando culpa na saia curta da mulher: “Ela estava querendo!”

O que fariam com o Garrincha hoje? Ou se o Renato Gaúcho, pedisse silêncio pra torcida adversária?
Saudades de quando se podia brincar no futebol. E de quando podíamos debater política, sem sermos xingados. Espero que esses dias voltem!

Um beijo,

Ivan


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum