brasil vivo

por Célio Turino

20 de abril de 2018, 12h38

Brasil sob o império da estupidez (e da canalhice, e da mentira, e da covardia)

Célio Turino diz que há momentos em que se deve dizer um basta, fazendo um chamado à lucidez, pois é a partir do fomento do ódio, da cizânia, colocando irmãos contra irmãos, que o SISTEMA consegue se impor

Em outros tempos talvez eu respondesse com uma piada, como muitos amigos têm feito, um dar os ombros à estupidez. Mas a estupidez e o malcaratismo que têm tomado conta das redes, com as mentiras a respeito da entrevista de uma senadora do PT ao conceituado canal de televisão Al Jaazera, não permitem vacilações. Elas refletem uma nação doente, ao menos da parte daqueles que perderam a vergonha em expor toda sua ignorância, racismo e maldade. O povo árabe não é terrorista e sim vítima do terrorismo. Terrorismo que é resultado da mesma manipulação do ódio e de fundamentalismos religiosos; lá, islâmicos, aqui, cristãos. Mediante o sinal vermelho (entre os muitos sinais vermelhos já ultrapassados em nosso país), há que barrar essa escalada da estupidez, falando sem complacência ou piadas.

Aos tantos que tenham destilado seus ódios e ignorâncias de forma desavisada, um apelo: Parem! Respirem! Não se permitam manipular dessa forma! Vocês também são tão vítimas deste Sistema corrupto (não estou me referindo a indivíduos, mas ao Sistema) quanto aqueles que vocês odeiam. Enquanto vocês agridem pessoas, agora os de ascendência árabe, ou os pobres, os LGBTs, os diferentes, os artistas e a cultura, o SISTEMA os transforma cada vez mais em monstros. Monstros escravizados, diga-se.

Imagino que vários desses odiadores tenham plano de saúde, por exemplo. Pois bem, no mesmo dia em que se distraíam em ódios tolos contra uma entrevista a uma TV idônea, os Planos de Saúde, via ANS, sob o governo golpista, conseguiram aprovar mais um estelionato contra os usuários, agora cobrando FRANQUIA para uso de serviços de saúde. Isso mesmo, como em franquia para seguro de automóvel. A partir de agora os usuários, quando necessitarem de uma internação ou exame mais sofisticado, terão que pagar uma franquia no valor de até uma anuidade do plano. Explicando: se a pessoa paga R$ 1.000,00 de mensalidade, ao utilizar um hospital, ela terá que arcar com mais R$ 12.000,00. Mas interessante que, sobre este fato, o ódio se transforma em covardia e silêncio.

E este é apenas um exemplo de como o SISTEMA os manipula em distrações, ora contra nudez em Museu, ora com a espetacularização judicial, ora com o ódio à filosofia e à sociologia no ensino médio… Há outros, como o iminente aumento na tarifa de energia elétrica, que acontecerá no caso da privatização da Eletrobras, e que será de, no mínimo, 50%; ou a gasolina, quase a R$ 5,00. Lembram-se de quando a imprensa e a turma do impeachment bradava contra a ‘manipulação’ nos preços dos combustíveis e as tais ‘pedaladas fiscais’? Pois bem, a alternativa deles é esta que está aí.

Enfim, prefiro tratar mais este episódio, com o ridículo de alguns até tentarem balbuciar argumentos ‘jurídico-sociológicos’, sem complacência, tratando-os como expressões de covardia e ignorância. Isso porque há momentos em que se deve dizer um basta! Um basta com energia, mas também com boa vontade, fazendo um chamado à lucidez, pois é a partir do fomento do ódio, da cizânia, colocando irmãos contra irmãos, que o SISTEMA consegue se impor; como faz agora, ao destruir nações como a Síria e Líbia. Não permitamos que façam o mesmo no Brasil!

 


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum