domingo, 20 set 2020
Publicidade

Daniela Lima

Publicidade

Primeiro levarão os professores

Daniela Lima: “O fascismo não é um parêntese, uma regressão inexplicável ou uma exceção à regra do progresso. O fascismo é a regra a ser combatida e seu inimigo irredutível é o pensamento crítico”

Arnaldo Antunes: poesia contra o fascismo

Daniela Lima: “Na ditadura miliar, foi a arte que rompeu a censura e ajudou a construir formas alternativas de resistência – talvez tenhamos nos esquecido disso. Mas Arnaldo, com a violência delicada de seu poema, nos lembrou”

Vencer o fascismo não é uma questão partidária

Daniela Lima escreve em novo artigo: “O fascismo transforma insatisfação em ódio, ao determinar um inimigo que se torna automaticamente responsável por todas as frustrações de uma determinada coletividade”

Ciro x Haddad: Estamos escolhendo o inimigo certo?

Daniela Lima, em novo artigo, escreve: “O novo não vai surgir pelas mãos de nenhum candidato, mas por um protagonismo político para além do voto. Outubro é só o começo”

A espetacularização da intervenção militar

Será que a falsa sensação de segurança das classes mais altas por meio da intervenção militar garantirá algum capital eleitoral para um governo com índices altíssimos de rejeição?

Programa Bolsa família como política de emancipação feminina

A Lei do Bolsa Família, sancionada em 2003 pelo ex-presidente Lula, define que o “pagamento dos benefícios previstos nesta Lei será feito preferencialmente à mulher”. Para muitas mulheres, o benefício garantiu possibilidades materiais de romper com relações abusivas. Em casos mais extremos, o rompimento significou a preservação da vida.

O controle dos corpos das gestantes como forma de prevenção do Zika

Pouco importa que se trate ou não de utopia: temos aí um processo bem real de luta; a vida como objeto político foi de...