Felipe Pena

24 de maio de 2020, 11h29

O que temes, Rodrigo Maia?

Já passou da hora, deputado. Chega de notas de repúdio. Chega de escorregar na cadeira. Chega de abraços forçados. Só o impeachment salva o país. E só tu podes iniciá-lo

Jair Bolsonaro e Rodrigo Maia (Luis Macedo/Câmara dos Deputados)

O que temes, Rodrigo Maia? São os palavrões, as ameaças, as milícias digitais? São os vândalos à tua porta, as carreatas insanas, os trezentos fascistas na esplanada? Ou são os perdigotos de farda, sem a máscara da lei, na UTI da democracia? O que temes, Rodrigo, para não dar início ao impeachment?

Quantos crimes serão necessários? Envolvimento com milícias, intervenção na polícia federal, obstrução da justiça a favor dos filhos, receita de cloroquina. Do que mais precisas, Rodrigo Maia? Quantos ainda precisam morrer? Quantos precisam te alertar? A água já bate no pescoço e tu não aprendes a nadar. O que temes, Rodrigo Maia?

Quanto tempo ainda vais esperar? Com quantas janelas se faz uma passeata? Quantas panelas valem um carro de som? E se não houver mandato a exercer, Rodrigo Maia? O cabo e o soldado já estão na porta do STF. O ministro da educação fez o convite. O da justiça se calou. O da casa civil mostrou os dentes. E o presidente mandou armar o gado alucinado.

Já passou da hora, deputado. Chega de notas de repúdio. Chega de escorregar na cadeira. Chega de abraços forçados. Só o impeachment salva o país. E só tu podes iniciá-lo. Então, o que temes, Rodrigo Maia?

Não espere que uma nova ditadura tome as rédeas do poder. Não espere que o hálito do cavalo seja o prenúncio do cassetete. Não espere que o guarda da esquina mate o estudante. Não espere que hemorroida moral de Bolsonaro se torne o novo normal no país. Não espere que outro filho de exilado te pergunte: o que temes, Rodrigo Maia?


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum