Ivan Cosenza de Souza

cartas do pai

11 de dezembro de 2019, 23h54

Cartas do Pai: “A pirralha e o presidente”

O presidente, que não entendia sobre nada, disse que era a pirralha que não sabia do que estava falando. O presidente disse que o país era dele, mesmo não entendendo sobre nada do seu país. Disse, enfim, que a imprensa não tinha que dar espaço para uma pirralha

Foto: Reprodução

Rio de Janeiro, 11 de dezembro de 2019.

Pai.

Hoje, queria te contar uma fábula.

Era uma vez,
um presidente que foi eleito divulgando fake news.
Não entendia de economia.
Não entendia de educação.
Não conhecia a história do seu país.
Negava a ditadura militar.
Era a favor de tortura e tinha como ídolo um torturador e estuprador.

Não é sócio Fórum? Quer ganhar 3 livros? Então clica aqui.

Era a favor do desmatamento da maior floresta do mundo, para exploração mineral.
Era racista, homofóbico, xenófobo e machista.
Defendia fazendeiros proprietários de terras contra invasores, mas queria tirar terras dos primeiros proprietários de terras do seu país: os índios!
Em uma bela manhã de sol, invadiram as terras desses índios e mataram algumas lideranças indígenas, no país desse presidente.

Foi então que surgiu uma pirralha.
Greta, era o nome dela.
A pirralha, reconhecida mundialmente por sua militância climática, denunciou a morte desses índios.
Mostrou em seus discursos que entendia do que estava falando.
O presidente, que não entendia sobre nada, disse que era a pirralha que não sabia do que estava falando.
O presidente disse que o país era dele, mesmo não entendendo sobre nada do seu país.
Disse, enfim, que a imprensa não tinha que dar espaço para uma pirralha.
FIM

Moral da história:
A pirralha foi eleita a Personalidade do Ano.
O presidente foi eleito o idiota do ano.

Espero que tenha gostado da fábula, pai!

Um beijo do seu filho,

Ivan

*Este artigo não reflete, necessariamente, a opinião da Revista Fórum.

Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum