domingo, 20 set 2020
Publicidade

Cartas do Pai: “Beirute Não Merecia”

Rio de Janeiro, 11  de Agosto de 2020.

Pai.

Cresci vendo notícias sobre guerras.

Beirute era sinônimo de destruição, bombas, explosões e mortes.

Passamos anos sem ouvir falar, mas isso ficou na minha memória.

Até quando falavam no sanduíche, eu lembrava das imagens de destruição por lá!

E tanto tempo depois, nós novamente ouvimos falar sobre Beirute. E novamente com imagens de destruição.

Foi impressionante ver a explosão. Dos mais diversos ângulos…

Depois fomos vendo a destruição, e como tudo ficou por lá.

A gente fica pensando no sofrimento das pessoas, que já estavam vivendo em um país arrasado pela miséria.

Vemos também a revolta delas com a corrupção dos políticos de lá, que impediram a reconstrução do Líbano!

E depois disso tudo, quando parecia já estar tudo muito ruim…

O abominável, que está no Planalto, resolve mandar o Michel Temer pra lá.

Eles não mereciam isso!

Já sofreram demais!

Mas podia ser pior, e nós sabemos disso!

O próprio capiroto poderia ter resolvido ir.

Nós sabemos que nada é tão ruim que não possa piorar.

Mas esse carma é nosso, e nós mesmos vamos resolver.

Os libaneses não têm culpa.

E haja água benta para exorcizar esse ser das trevas e sua família!

Um beijo do seu filho exorcista,

Ivan.

*Este artigo não reflete, necessariamente, a opinião da Fórum

Ivan Cosenza de Souza
Ivan Cosenza de Souza
Cronista, produtor cultural, curador da obra de Henfil, seu pai, e presidente do Instituto Henfil. Escreve as Cartas do Pai para a Revista Fórum. Henfil veste Pela Esquerda. Camisa da Ursal à venda no link abaixo: