Ivan Cosenza de Souza

cartas do pai

13 de agosto de 2019, 22h56

Cartas do Pai: “Como se faz humor político”

Quando os apoiadores do presidente não concordam com alguma coisa que a gente diz, eles só ofendem. Não sabem argumentar, não sabem debater. São movidos pelo ódio

Foto: Reprodução

São Paulo, 13 de agosto de 2019

Pai.

Vim para São Paulo fazer o lançamento do seu livro “Como se faz humor político”, que você fez junto com o Tárik de Souza. O evento foi no Sindicato dos Jornalistas.

Fizemos um debate sobre humor político, neste momento em que o ódio e a intolerância tomaram conta do país.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo

A Rose Nogueira veio! Lembrou de quando vocês trabalharam na “TV Mulher” e faziam juntos o quadro “TV Homem”. Você inovou e criou uma linguagem diferente, em seus esquetes. Fez um sucesso incrível e ganhou muitos prêmios. Depois escrevo uma carta só sobre isso.

Ela lembrou que você dizia: “O jornalismo é a profissão mais bonita que eu conheço”.

Laerte contou um pouco sobre a atuação de vocês na época do “Bunker do Henfil”, quando você juntava um monte de cartunistas, no seu apartamento aqui em São Paulo, e produziam material para as campanhas sindicais.

Contou também  sobre como está sendo ser cartunista em um momento tão delicado. Ele fica imaginando o que você estaria desenhando e falando sobre tudo isso que está acontecendo agora, que não se consegue mais conversar sobre política sem ser ofendido.

Quando os apoiadores do presidente não concordam com alguma coisa que a gente diz, eles só ofendem. Não sabem argumentar, não sabem debater. São movidos pelo ódio.

Hoje, quem está fazendo oposição ao governo e não está sendo xingado é porque está fazendo oposição errada.

Eu estou sendo xingado, pai. Pode se orgulhar de mim.

Um beijo do seu filho,

Ivan

P.S.: Tô indo pra manifestação na Paulista, experimentar o gás lacrimogêneo daqui, que eu ainda não conheço.

*Este artigo não reflete, necessariamente, a opinião da Revista Fórum.

Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum