Cartas do Pai: Feijão e Fuzil

Ivan Cosenza mostra como o fuzil, e não o feijão, sempre fez parte da cultura brasileira

Rio de Janeiro, 03 de Setembro de 2021.

Pai,

Qual criança nunca ouviu aquela música que diz:

– Um dois, fuzil com arroz. Três quatro, fuzil no prato…

O fuzil sempre fez parte da infância de todo brasileiro, né?!

Ouvíamos nossas mães contar a história do “João e o pé de fuzil”.

Quando João trocou uma vaca por fuzis mágicos.

A mãe de João jogou os fuzis fora, eles brotaram e surgiu uma árvore imensa.

Publicidade

Sabemos que fuzil brota com facilidade.

Quem não lembra dos fuzis apreendidos que brotaram na casa do vizinho do presidente?

Publicidade

Toda criança já plantou fuzil no algodão e ficou acompanhando o brotinho crescer.

Por conta da nossa cultura em torno do fuzil é que foi nomeado o atual ministro de ciência e tecnologia, já que ele começou sua vida profissional indo pro espaço plantar fuzil no algodão na órbita da terra plana.

Vão dizer que isso é coisa da China, mas a comida lá é feita com brotos de bambu e broto de feijão.

O broto de fuzil ficou popular na nossa dieta durante o golpe 1964.

Foi quando começaram a diversificar e não usar só o algodão.

Nessa época plantavam o fuzil na cara de estudantes, jornalistas, artistas, religiosos…

A ecologia sempre foi o forte dos militares brasileiros.

Abriu a boca pra reclamar, lá estavam eles plantando o fuzil na cara.

Depois dizem que não eram democráticos.

Com não?

Plantavam fuzil na cara em qualquer um que reclamasse, por igual!

Isso sim era um plantio democrático!

E ainda vem gente pedir feijão.

Olha que absurdo!

Ainda mais para as nossas forças armadas que só comem picanha com leite condensado.

Pro povo mesmo é fuzil na cara.

Um beijo do seu filho,

Ivan

*Este artigo não reflete, necessariamente, a opinião da Fórum

Avatar de Ivan Cosenza de Souza

Ivan Cosenza de Souza

Cronista, produtor cultural, curador da obra de Henfil, seu pai, e presidente do Instituto Henfil. Escreve as Cartas do Pai para a Revista Fórum.
Henfil veste Pela Esquerda. Camisa da Ursal à venda no link abaixo:

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR