Ivan Cosenza de Souza

cartas do pai

02 de janeiro de 2020, 12h23

Cartas do Pai: “Feliz Ano Velho”

Ninguém investiga mais nada. Um monte de denúncias de crimes dos mais diversos dentro do governo e da família do presidente, mas nada é investigado. Que nem na época da ditadura militar

Foto: Reprodução

Rio de Janeiro, 2 de janeiro de 2020.

Pai.

Mais um ano acabou!

Mas não é um ano novo que começou, tá mais pra um 2019 parte 2. Os mesmos governantes, os mesmos senadores, os mesmos deputados e vereadores. A mesma “justiça” parcial, julgando politicamente e não segundo as leis. As mesmas mentiras sendo repetidas, e algumas novas… O mesmo ódio, contra quem não pensa igual à eles.

Tá certo que muita coisa mudou.

Mudamos de ano, com menos direitos…

Temos menos direitos trabalhistas, menos liberdade de expressão. Temos menos verba para a educação e para a saúde. Este ano menos estudantes terão acesso ao Fies.

Ah! Menos casas serão construídas para o Minha Casa Minha Vida, e cada vez mais pessoas vão ter que morar nas ruas. Do golpe pra cá o numero de moradores de rua cresceu muito. De assustar!

Mais gente fazendo bicos para conseguir sobreviver. (Eles chamam isso de empreendedorismo agora, pai).

Ah! Ninguém investiga mais nada. Um monte de denúncias de crimes dos mais diversos dentro do governo e da família do presidente, mas nada é investigado. Que nem na época da ditadura militar.

Mas por outro lado temos mais gente percebendo a burrada que fizeram e deixando de apoiar este governo. Além disso, cada vez mais gente “pedindo Anitta” (quem não entendeu é só digitar “pedindo Anitta” no Google). Neste Carnaval devem pedir bastante também.

Enfim, um feliz ano velho pra você!

Um beijo do seu filho,

Ivan.

*Este artigo não reflete, necessariamente, a opinião da Revista Fórum.

Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum