Ivan Cosenza de Souza

cartas do pai

01 de maio de 2019, 13h32

Cartas do Pai: “Manifestação”

Se quem se calou aqui contra as injustiças, agora grita contra o governo venezuelano, então eu sou a favor

Foto: Reprodução

Rio de Janeiro, 1 de maio de 2019.

Pai,

manifestantes foram pras ruas, protestar contra o governo. Polícia reprimindo, com gás lacrimogênio e bombas. Os manifestantes atacaram com coquetel molotov, e pedras. Teve manifestante sendo atropelado.

Opositor foi preso, pra não concorrer às eleições, beneficiando o presidente eleito.

Campanha com mentiras, com a conivência da justiça e da imprensa. A maior confusão.

E hoje este presidente destrói o país, colocando-o numa crise, com desemprego disparando, direitos sendo retirados da população. Que tipo de democracia é esta, pai?

Pensar que tudo isso tá acontecendo aqui no Brasil.

Engraçado como a história se parece né? Na Venezuela, está acontecendo a mesma coisa. Mas quem ajudou aqui, agora denuncia, grita, esbraveja.

Estranho…

Bem, se quem se calou aqui contra as injustiças, agora grita contra o governo venezuelano, então eu sou a favor. Brizola já falava isso.

Não quero pra Venezuela o que estamos vivendo aqui. Quero, de novo, um governo aqui no Brasil que os poderosos sejam contra. Aí eu sei, que o governo vai estar do lado do povo.

Um beijo do seu filho,

Ivan

*Este artigo não reflete, necessariamente, a opinião da Revista Fórum.

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum