Ivan Cosenza de Souza

cartas do pai

17 de abril de 2019, 15h11

Cartas do Pai: “Nossa história também é importante”

É sempre muito triste ver um pedaço da história mundial pegando fogo, né? Principalmente, depois da destruição do Museu Nacional aqui no Rio

Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

Rio de Janeiro, 16 de abril de 2019

Pai,

Fiquei vendo ontem (15), as notícias do incêndio da catedral de Notre Dame.

É sempre muito triste ver um pedaço da história mundial pegando fogo, né? Principalmente, depois da destruição do Museu Nacional aqui no Rio.

Aqui, trataram de tentar colocar a culpa no diretor do museu, dizendo que só podia ser de esquerda!

Mas é lógico que era de esquerda! Só quem realmente gosta de cultura aceita o desafio. Com pouco dinheiro, não tem como superfaturar nada. Só nós topamos mesmo.

Mas a maior surpresa foi a comoção do presidente. Aquele mesmo que disse – “Já pegou fogo! Quer que eu faça o quê?” -, sobre o Museu Nacional, agora expressa seu profundo pesar pelo incêndio em Paris.

Incrível ver o descaso e a falta de interesse com o que é do Brasil. Mas se for estrangeiro? Ah! Aí a coisa é diferente!

A história lá fora é importante. A daqui, nem um pouco!

A dessalinização da água feita lá fora merece destaque, enquanto a que já é feita aqui há décadas, mais eficiente e barata, é deixada de lado.

Quando o governo não valoriza seu próprio país, quem vai valorizar?

Nossa história e nossa cultura são tão importantes quanto às de qualquer outro país! E eu quero um governo que acredite nisso!

Um beijo do seu filho,

Ivan

*Este artigo não reflete, necessariamente, a opinião da Revista Fórum.

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum