Ivan Cosenza de Souza

cartas do pai

27 de agosto de 2019, 23h03

Cartas do Pai: “Os profissionais”

Enquanto brigamos entre nós, ele tira nossa aposentadoria, nossos direitos trabalhistas, destrói as universidades públicas. Tá destruindo tudo que vê pela frente

Os Profissionais - @ascartasdopai - Foto: Divulgação/Senac

Fortaleza, 27 de agosto de 2019

Pai.

Cresci aprendendo que algumas profissões eram muito importantes.
Via isso não só aqui, mas que eram importantes em qualquer lugar do mundo.

Os países mais avançados eram exatamente os que tinham professores, artistas, cientistas se destacando.

Esses países eram invejados por sua educação, cultura, tecnologia e preservação da natureza, exatamente por causa desses profissionais.

Se você curte o jornalismo da Fórum clique aqui. Em breve, você terá novidades que vão te colocar numa rede em que ninguém solta a mão de ninguém

Mas, de um tempo pra cá, a figura que conseguiu virar presidente resolveu que essas pessoas não deviam ser valorizadas, já que ele não consegue entender certas ideias mais elaboradas.

Então, ele começou a fazer uma campanha contra todos eles.

Pro Bolsonaro, professor é contra a educação.

Cientista não sabe sobre ciência.

Pesquisador não entende de pesquisa.

Estudante é desocupado.

Artista é vagabundo.

Ecologista destrói o meio ambiente.

Daqui a pouco ele vai acusar o Greenpeace de matar baleias. E o pior é que tem gente que acredita nas loucuras dele.

Aí, ele vai jogando o povo contra o povo… É o plano perfeito! Enquanto brigamos entre nós mesmos, ele vende o país.

Enquanto brigamos entre nós, ele tira nossa aposentadoria, nossos direitos trabalhistas, destrói as universidades públicas. Tá destruindo tudo que vê pela frente.

Mas sabemos que nossos cientistas sabem, sim, fazer ciência, os professores sabem ensinar, os artistas difundem nossa cultura e as pesquisas sempre mostraram os dados do que está acontecendo no Brasil.

De todos esses profissionais, só este presidente que não sabe presidir.

Um beijo do seu filho,

Ivan

*Este artigo não reflete, necessariamente, a opinião da Revista Fórum.

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum