Cartas do Pai: “Sexto lugar”

Leia na coluna Cartas do Pai, de Ivan Cosenza: Se não abrirmos o olho, vamos tomar até a liderança dos norte-americanos nessa competição macabra

Rio de Janeiro, 20 de maio de 2020.

Pai.

Depois de nove anos, o Brasil, finalmente, volta a ficar em 6º lugar, entre todos os países do mundo.

Incrível isso, né? Em menos de dez anos, atingimos esta marca duas vezes.

A primeira vez foi em 2011, lembra? Foi aquela época que o PT estava quebrando o país. Naquele ano, nós ultrapassamos o Reino Unido e viramos a 6ª economia do mundo. Deixamos os ingleses para trás e ficamos cada vez mais em destaque no cenário mundial.

Estávamos caminhando para outra grande conquista que aconteceu três anos depois, quando o Brasil saiu do mapa da fome da ONU.

Todos estavam muito felizes. Mas aí a classe média começou a se incomodar em encontrar pobres no aeroporto, nas universidades…

Foi quando colocaram em prática um golpe contra a democracia, camuflado de impeachment, num grande acordo nacional, “com o Supremo, com tudo”.

Mas não adiantou nada!

A classe média continuou encontrando pobres, mas agora na rodoviária, nas escolas e hospitais públicos.

Depois de nove anos, voltamos a nos destacar no mundo, mas agora pelas mortes.

Assumimos a 6ª colocação no mundo em número de mortes pela Covid-19.
Não ultrapassamos o Reino Unido ainda, que está só atrás dos EUA. Mas a previsão é ultrapassarmos eles novamente em menos de três semanas.

Se não abrirmos o olho, vamos tomar até a liderança dos norte-americanos nessa competição macabra.

Um beijo do seu filho,

Ivan

*Este artigo não reflete, necessariamente, a opinião da Revista Fórum

Avatar de Ivan Cosenza de Souza

Ivan Cosenza de Souza

Cronista, produtor cultural, curador da obra de Henfil, seu pai, e presidente do Instituto Henfil. Escreve as Cartas do Pai para a Revista Fórum.
Henfil veste Pela Esquerda. Camisa da Ursal à venda no link abaixo:

Em 2021, escolha a Fórum.

Todos os dias Fórum publica de 80 a 100 matérias desde às 6h da manhã até à meia-noite. São 18h de textos inéditos feitos pela equipe de 10 jornalistas da redação e também por mais de três dezenas de colaboradores eventuais.

E ainda temos 3 programas diários no YouTube. O Fórum Café, com Cris Coghi e Plínio Teodoro, o Fórum Onze e Meia, com Dri Delorenzo e este editor, e o Jornal da Fórum, com Cynara Menezes. Além de vários outros programas semanais, como o Fórum Sindical, apresentado pela Maria Frô.

Tudo envolve custos. E é uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Por isso, neste momento que você está renovando suas escolhas e está pensando em qual site apoiar neste ano, que tal escolher a Fórum?

Se fizer isso, além de garantir tranquilidade para o nosso trabalho, você terá descontos de no mínimo 50% nos cursos que já temos em nossa plataforma do Fórum Educação.

É fácil. Clique em apoiar e escolha a melhor forma de escolher a Fórum em 2021.

Renato Rovai
Editor da Revista Fórum

APOIAR