Ivan Cosenza de Souza

cartas do pai

20 de Maio de 2020, 22h37

Cartas do Pai: “Sexto lugar”

Leia na coluna Cartas do Pai, de Ivan Cosenza: Se não abrirmos o olho, vamos tomar até a liderança dos norte-americanos nessa competição macabra

Foto: Reprodução

Rio de Janeiro, 20 de maio de 2020.

Pai.

Depois de nove anos, o Brasil, finalmente, volta a ficar em 6º lugar, entre todos os países do mundo.

Incrível isso, né? Em menos de dez anos, atingimos esta marca duas vezes.

A primeira vez foi em 2011, lembra? Foi aquela época que o PT estava quebrando o país. Naquele ano, nós ultrapassamos o Reino Unido e viramos a 6ª economia do mundo. Deixamos os ingleses para trás e ficamos cada vez mais em destaque no cenário mundial.

Estávamos caminhando para outra grande conquista que aconteceu três anos depois, quando o Brasil saiu do mapa da fome da ONU.

Todos estavam muito felizes. Mas aí a classe média começou a se incomodar em encontrar pobres no aeroporto, nas universidades…

Foi quando colocaram em prática um golpe contra a democracia, camuflado de impeachment, num grande acordo nacional, “com o Supremo, com tudo”.

Mas não adiantou nada!

A classe média continuou encontrando pobres, mas agora na rodoviária, nas escolas e hospitais públicos.

Depois de nove anos, voltamos a nos destacar no mundo, mas agora pelas mortes.

Assumimos a 6ª colocação no mundo em número de mortes pela Covid-19.
Não ultrapassamos o Reino Unido ainda, que está só atrás dos EUA. Mas a previsão é ultrapassarmos eles novamente em menos de três semanas.

Se não abrirmos o olho, vamos tomar até a liderança dos norte-americanos nessa competição macabra.

Um beijo do seu filho,

Ivan

*Este artigo não reflete, necessariamente, a opinião da Revista Fórum


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum